Armas de Fogo

Um dos meus cenários favoritos da terceira edição do D&D era Ptolus, do Monte Cook. Eu até pensei em converter a campanha para a 4ª edição, mas muito do sabor iria se perder na transição. De qualquer maneira, acabei adaptando alguma coisa de lá que de repente pode ser útil na campanha de vocês. Uma delas foram as armas de fogo, que são bem comuns em Ptolus.

As armas de fogo pertencem a um grupo novo, das Dragonguns, e são todas armas superiores, ou seja, você precisa de um feat específico para utilizá-las com o bônus de proficiência.

ArmaProf..DanoAlcancePreçoPesoGrupoPropriedades
Dragon Pistol (one hand)+21d1210/20120gp2lb.DragongunLoad standard, High Crit, Off Hand, can be used to sneak attack
Dragon Rifle (two handed)+22d815/30360gp6lb.DragongunLoad standard, High Crit

Todas as dragonguns tem as seguintes características:

  • Todas as dragonguns emperram com roladas de 1 naturais. Para arrumar é necessário um teste de Engenharia (ver abaixo) DC 20. Se não quiser utilizar essa nova perícia, use Arcana.
  • Existem modelos mais baratos e vagabundos das armas, que custam a metade do preço. No entanto, em roladas de 1 ou 2 naturais elas explodem, causando o dano da arma no usuário.
  • Você precisa de uma standard action para recarregar sua arma. Munição e pólvora, em Ptolus, não são de difícil acesso, mas não são comuns como explosivos.
  • Você pode usar armas de fogo adjacente aos oponentes sem causar ataques de oportunidade.
  • Você não pode usar armas de fogo para ataques básicos de longa distância.

Novos feats

Firearms familiarity
Benefício: Você pode usar Inteligência como atributo para ataque e dano de armas de fogo ao invés de Destreza.
Rapid reload (Paragon)
Prerequisito: Proficiência com alguma arma de fogo.
Benefício: Você pode recarregar sua arma com uma move action. Você também ganha um feat bonus de +5 em Engenharia para desemperrar armas de fogo.

Nova Perícia

Engenharia

  • Atributo: Int
  • Class Skill de: Wizard, Warlord

Você pode criar, consertar e desenvolver novos objetos mecânicos, incluindo armas de fogo. Você também pode indentificar construtos não mágicos e estruturas.

Edit: Não deixem de ver também outros artigos da blogosfera brasileira sobre armas de fogo bastante interessantes:

E também na gringa:

Que acham? Rolem 20 (que é sempre bom com armas high crit)!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro 13th Age. @dsaraujo no twitter

Esta entrada foi publicada em Itens, Post e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

12 respostas a Armas de Fogo

  1. C disse:

    Eu não tenho certeza, mas recarregar uma arma não seria mais adequado como uma ação menor (juntar um item no chão é uma ação menor, recarregar uma arma deveria ser tambem, não?)
    E eu sugeriria um bonus de proeficiencia um pouquinho maior (talvez +3) já uqe se trata de uma arma superior.
    E eu não entendi pq disparar um crossbow gera ataque de oportunidade e uma pistola não.

    Enfim, apenas meus dois centavos metendo o bedelho =P

  2. CF disse:

    Eu acho que poderia dar algumas vantagens para usar Armas de Fogo. Da forma como estão apresentadas, eu achei elas dispendiosas demais e muito pouco confiáveis. O dano é cavalar, mas não me parece compensar frente ao uso de um arco ou até mesmo uma besta.

  3. Youkai X disse:

    Ainda não sei dizer se adoto ou não as fireguns em minha mesa, mas que são fodas elas são. E com regras bem interessantes. Mas falta detalhar mais como funcionaria a perícia Engenharia e ter mais algumas utilidades (e mais construtos steampunk por aí)XD

  4. Davi Salles disse:

    Acredito eu que o load da arma é tão demorada porque o cara precisa virá-la de cabeça para baixo, colocar a pólvora e depois as balas.

    Tudo bem que essa razão fluff não justifica muito. Poderia sim deixar um move action e um feat que transforma a ação em minor, porque no momento que vocês usa um ação standard pra criar o reload você tá criando algumas situação que desbalanceiam o jogo.

    Já que o dano média cai muito. e quando se consegue usá-la com move action o dano médio sobe muito. Eu diminuiria o dano um pouquinho e diminuiria a ação do reload.

    Tamb´m acho que não tem porque não gerar opportunity attack

  5. C disse:

    Ah ta, entendi o seu ponto.

    Acho que nesse caso tu poderia focar mais a arma em "fire e forget", aumentando um pouco mais o dano e o tempo de recarga (algo tipo um "mini poder de encontro")

  6. Daniel Anand disse:

    A minha idéia aqui era fazer algo parecido com o uso dar armas de fogo em seu início: algo que é fire-and-forget. Na maioria das vezes, você não vai recarregar uma arma em combate, para isso serve os arcos e bestas. E coloquei +2 de proficiencia porque ainda não vi armas de longa distância com +3.

    A idéia de não causar OA é um poder especial das armas de fogo: atirar a queima-roupa.

  7. Youkai X disse:

    Ou seja, armas de fogo seriam como eram inicialmente. pra atirar uma única vez e depois largá-la e pegar outra arma (inclusive outra arma de fogo e se quiser ter umas seis delas que nem certos piratasXD)

  8. Marcelo Dior disse:

    Ô, Daniel, que bom que publicou isso. Eu estou usando armas de fogo em minha campanha de Red Steel 4e e havia adaptado-as porcamente. Gostei especialmente dos feats, e acho que o jogador que usa o Thief (e usa armas de fogo) irá gostar também.

    Só vou deixar duas coisas como já estou usando (e ficam aqui como sugestão): 1. Recarregar é uma ação de movimento; e 2. Weapon Focus (pistol) aumenta o dano, ao invés do ataque, sendo «sem weapon focus» 1d8, «Weapon Focus» 1d10, «Weapon Focus x2» 1d10+2, «Weapon Focus x3» 1d10+4, «Weapon Focus x4» 1d8+8. Weapon Focus (rifle) fica assim: «sem weapon focus» 2d8, «Weapon Focus» 2d10, «Weapon Focus x2» 2d10+2, «Weapon Focus x3» 2d10+4, «Weapon Focus x4» 2d8+8. (Esta progressão é da adaptação do cenário Red Steel para a 3e).

  9. Fabiano disse:

    Fala sério, Ptolus é o melhor livro de RPG que existe. Paguei mais de R$ 300 pela cópia numerada e autografada pelo Monte Cook, mas valeu cada centavo.

  10. Cobbi disse:

    Fala Anand,

    Mestrando moderno, substituí a perícia Engenharia por Tecnologia. Minhas classes são diferentes também.

    Engenharia é class skill pra quais classes na sua mesa?

  11. Daniel Anand disse:

    @Fabiano: Concordo! O meu não foi numerado, mas estã autografado pelo Monte e a Sue Cook!

    @Cobbi: Escrevi lá, mago e warlord, em princípio. Mas, se você usar as regras de região de FR (ou similares), pode dar essa perícia para quem vem de regiões mais tecnológicas.

  12. Fiz uma adaptação de armas de fogo um pouco diferente (com alguns feats no final).
    O artigo está misturado com o conceito de baionetas. Se quiser dar uma olhada: http://aldetoron.blogspot.com/2008/09/baionetas-e-armas-de-fogo.html

Os comentários estão encerrados.