AussirKothar, O Demônio Branco – O Encontro Final!

Olá Jogadores e DMs!whitedragon2

Estamos finalmente no último post da série AussirKothar, tenho certeza que se vocês começaram essa aventura com seu grupo provavelmente inventaram um outro final por causa da minha demora em postar a continuação da aventura! Erro crítico para mim, mas minhas energias estão renovadas e aqui vai o último post da primeira aventura completa do rolando20!

Na última parte da aventura os personagens sairam de Harkenwold e foram atrás do Demônio Branco. Esse post será sobre este último e terrível encontro.

Espero também que este post sirva como uma dica de como fazer encontros contra criaturas solos.

Preparando o Encontro

Muito bem, os jogadores conseguiram a espada mágica, derrotaram o guardião fantasma, derrotaram os goblins, viajaram pelas montanhas anãs e estão finalmente frente ao terrível dragão que assola Harkenwold. Este encontro precisa ser memorável, e para sê-lo é interessante usar de algumas coisas.

Se você é um mestre de D&D 4e a algum tempo, provavelmente mestrou no primeiro dia de D&D da 4e, que tristemente foi o único que ganhamos miniaturas correspondentes, e lá estava o dragão branco. Outra coisa que também veio naquela aventura foi um mapa, que é o que usei para mestrar esse encontro. Se possível arrume esse material, caso não consiga não tem problema, o importante é fazer um mapa bem bacana, com muitas possibilidades de estratégia.

Personifique o dragão, AussirKothar vai rir dos personagens, mais um bando de criaturas de duas patas tentando matá-lo. Dê rugidos de dragão, toque uma música heróica no som da sala, esse é o encontro final, ele precisa ser épico!

Roube, sim, algumas vezes roubar é o melhor remédio. Seus jogadores são otimizadores de ficha e fizeram personagens com 20 de classe de armadura que dão -4 para o pobre dragão acertar todo turno? Pode aumentar o bonus de ataque do dragão, se seus jogadores descobrissem reclamariam, mas no fundo, eles estão agradecendo por você ter feito o combate ficar mais emocionante (mas não deixe eles descobrirem!).

Encontro Level 4 725XP

AussirKothar, O Demônio Branco

Após o desafio de perícias que permitiu os personagens chegarem até aqui descreva a torre e o dragão.

O jovem mago está cansado, mas ao ver não muito longe a torre de AussirKothar seu corpo gelado se aquece. Ele avisa seus companheiros da ameaça eminente. Guerreiro, clérigo, mago e bardo preparam suas armas, suas armaduras e suas almas. AussirKothar parece tranquilo, deitado em frente a torre, como algum animal que descança depois de ter sido bem alimentado.

Porvavelmente parte do grupo tentará se aproximar com furtividade, quando eles chegarem mais perto descreva os cadáveras que AussirKothar gostar de deixar congelado próximo a sua torre, para comer em uma temperatura mais agradável.

O bardo se afasta do grupo, tentando com toda a concentração fazer o mínimo de baraulho possível, mas quase solta um grito ao tropeçar no que parece ser um braço, ao descavar um pouco o gelo, descobre um amigo de infância de Harkenwold que havia desaparecido no último ataque do Dragão.

AussirKothar, O Demônio BrancoBruto Solo de Nível 4
Beasta Mágica Natural (Dragão)
XP 725
Iniciativa +4Sentidos Percepção +6; visão no escuro
PV 272; Sangrando 136
CA 19; Fortitude 21, Reflexos 17, Vontade 18
Resistência congelante 15
Teste de Resistência +5
Deslocamento 6 (Andar sobre o gelo), 6 (planar), 10 (Voo sobre longas distâncias)
Pontos de Ação 2
:M: Mordida (padrão; sem limites) ♦ Frio
Alcance 2; +7 vs Classe de Armadura; 1d8+5 dano frio (mais 1d6 extra de dano frio em ataques de oportunidade bem sucedidos)
:M: Garra (padrão; sem limites)
Reach 2; +7 vs Armor Class; 1d8+5 damage.
:m: Fúria do Dragão (padrão; sem limites)
O Dragão faz dois ataques Garra. Caso o dragão acerte o mesmo alvo com os dois ataques, ele faz um ataque Mordida contra o mesmo alvo.
:c: Baforada (padrão; recarrega  :5:  :6: ) ♦ Congelante
Explosão Contígua 5; +5 vs Reflexo; 3d6+5 dano frio, e o alvo está lento e enfraquecido (TR encerra ambos)
:c: Baforada Sangrenta (padrão; encontro) ♦ Congelante
A Baforada recarrega e AussirKothar usa imediatamente.
:c: Presença Amedrontadores (padrão; encontro) ♦ Medo
Explosão Contígua 5; Alvos: inimigos; +5 vs Vontade; o alvo está atortoado [stuned] até o final do próximo turno de AussirKothar. Efeito posterior: O alvo tem -2 para rolagens de ataque (TR encerra).
Armadura Glacial (menor; encontro) ♦ Congelante
AussirKothar ganha 15 pontos de vida temporários e +2 de bonus de classe de armadura, mas também vulnerabilidade flamejante 10. Esses efeitos duram até os pontos de vida desaparecerem.
Tendência MalignaIdiomas Comum, Dracônico
Perícias Atletismo +16, Intimidação +8
For 18 (+6)Des 10 (+2)Sab 12 (+3)
Con 18 (+6)Int 10 (+2)Car 8 (+1)

Táticas

AussirKothar irá de encontro aos personagens assim que sentir a presença deles, usará seu poder aterrorizante e lutará até perder 1/4 de sua vida e ter gasto sua baforada. Então voltará para o Círculo de Regeneração e esperará seus ferimentos se curarem.

AussirKothar é inteligente, e consegue perceber quem é mais fácil de acertar, e sendo um criatura Bruta, é sempre vantajoso para ele tentar acertar aquele que seus ataques entram com mais facilidade. Portanto ele ignorará marcas e outros efeitos, para tentar acertar aqueles com menores defesas. Caso esses personagens com menor defesa estejam distantes, ele tentará se aproximar (mesmo levando ataques de oportunidade) e atacará com suas garras e mordidas. AussirKothar usará seus pontos de ação para fazer mais de um ataque, assim derrubando de uma vez a criatura. AussirKothar adora fazer Coup de Grace.

map_hailstorm_tower

Características de Área

Círculo de Regeneração: O Círculo Mágico faz com que todos que começarem seus turnos dentro da área do círculo curem 6 HP

Janelas: A Torre possui algumas janelas, AussirKothar pode usar sua baforada através dessas pequenas janelas.

Pedras: As regiões demarcadas com pedras no mapa (quadrados negros) podem ser escaladas, o custo é de 2 quadrados do movimento CD 15 Atletismo. Isso é, se seu movimento é 6, mesmo que falhe no teste de atletismo ainda pode movimentar 4 quadrados (pode tentar escalar novamente)

Gelo: Toda o lugar ocupado por gelo é terreno liso, caso uma criatura sofra um ataque aqui, ela precisa passar num teste de atletismo CD 14 ou cairá. Caso ela esteja numa área de desnível (numa das rampas) ela também escorregará 3 quadrados.
dica-do-davi

Concluindo

Essa aventura pode acabar com a morte ou a vitória dos personagens, caso os personagens tenham morrido, Harkenwold continua precisando de heróis e AussirKothar ainda dominará a região com suas garras gélidas.

Mas caso os personagens sejam vitoriosos eles ganham todo o tesouro de AussirKothar (guarde umas 3-5 parcelas de tesouro para entregar depois dos personagens derrotarem AussiKothar), são recebidos com a maior de todas as festas que Harkenwold já faz nos últimso 100 anos! E ficam conhecidos na aproximidades como “Os Matadores de AussirKothar, O Demônio Branco” e “Salvadores de Harkewold”.

O Futuro

E agora você deve estar se perguntando, qual é o futuro de nossos heróis? Bem, vou falar aqui do que planejei para ser o futuro dos personagens da minha mesa, mas eu parei um pouco de jogar, mas minhas idéias já haviam ido mais longe.

Na manhã seguinte a festa, bem cedo, quando todos já estavam dormindo, uma criatura humana de chifres demoníacos chega em Harkewold, ela está ferida, cansada e visivelmente abalada. O Clérigo que levontou cedo para sua prece matutina vê o tiefling e corre até ele, só para segurá-lo enquanto o homem entra em profundo desmaio, dizendo quase num sussurro: Eles estão vindo!

Quando os personagens tiraram espada Kietra do templo dos minotauros eles liberaram um terrível demônio minotauro, general de Baphomet. Agora a criatura lança seus soldados contra a tudo e todos, enquanto busca liberar seu Senhor Demônio dos Labirintos.

Muito ao sul de Harkenwold, além das Florestas Uivantes fica a cidade de Kasnumeu. Esta cidade é a cidade de onde vem o tiefling machucado. A cidade de Kasnumeu foi atacada por Gnolls que precisaram fugir de suas terras, ainda mais ao sul, que foram atacadas pelos minotauros.

Agora os personagens precisam atravesar a floresta, se juntar a milícia escondida de Kasnumeu e derrotar os gnolls, enquanto o grande mau, está apenas acordando.

E rolem 20!

Sobre Davi Salles

Irmão do Daniel, o Davi começou a jogar mais ou menos na mesma época, mas demorou um pouco mais para jogar junto. Irmão caçula, sabe como é. Ele gosta bastante de Senhor dos Anéis, e suas aventuras sempre tem um toque Sheakspereano. Curte the One Ring, Vampire: the Requiem e outros RPGs mais interpretativos, mas também joga e mestra mesmo o velho e bom D&D.
Esta entrada foi publicada em Oponente e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

14 respostas a AussirKothar, O Demônio Branco – O Encontro Final!

  1. DM_Rafael disse:

    Muito legal o encontro! Lutar contra dragões é sempre um momento clássico em jogos de D&D.

    Até o momento, mestrei apenas um jogo com um dragão (verde). Mas fiquei muito desapontado quando a baforada errava e não causava efeito nenhum. Então resolvi dar metade de dano no erro e usar um efeito menor da baforada. No caso do AussirKothar, poderia deixar o alvo slow até o final de seu próximo turno.

    E também é muito legal terminar uma aventura com o gancho da seguinte. Deixa todo mundo na expectativa!

  2. Bento disse:

    Ficou muito massa a aventura por completa, bem elaborada e tudo mais, parabéns Davi. Porém.. cade o podcast ???

  3. Muito bom o encontro. Me inspirou! Bom ver mais posts no Rolando 20. Abraços.

  4. Jefferson disse:

    Também gostei bastante do conjunto completo. Acho até que você deveria continuar com isso, nem que seja só dando algumas sugestões e expandindo esse mini-cenário que foi criado com a aventura.

  5. renatorecife disse:

    Essa conclusão foi simplesmente FANTÁSTICA 😀

    Esse lance dos Minotauros foi muito bom, parece aqueles season finale de seriados, que deixam você super ansioso pela próxima temporada.

    Parabéns Davi.

  6. Nada mal cara, nada mal…Combate final contra dragão é um clássico que nunca sai de moda! Se for feito ainda nos primeiros níveis então, eu acho que podem ser mais memoráveis do que em níveis épicos!

  7. Daniel Anand disse:

    Concordo com o Renato aqui. Me pegou de surpresa esse final também. Ficou muito massa!

  8. Onor disse:

    Onde você conseguiu o mapa?

  9. YuriPeixoto disse:

    Parabéns, Davi. Curti muito a aventura, principalmente o twist final com os minotauros. A sequência disso deve dar muito pano pra manga. ^^

  10. DM Rafael disse:

    Neste último sábado (24/10/2009), AussiKkothar foi morto. Duas vezes 🙂

    Eu explico: neste dia mestrei a aventura de AussiKothar para 6° nível, no Dia D RPG, aqui no Rio. Minha ideia seria jogar de manhã e mestrar de tarde. Mas dada a falta de mestres, resolvi mestrar de manhã mesmo.

    Por ser um jogo de evento, tive que mudar algumas coisas: retirei os encontros dos goblins, da espada e da pantera, o que eliminou, em parte a necessidade do primeiro Skill Challenge, mas ainda assim deixei o feeling da situação.

    Ainda deixei o Skill Challenge da montanha e adicionei um encontro com uma tribo do povo-lagarto que veneram AussiKothar. Ficou bem legal. Na primeira aventura, o pessoal, após derrotar o líder do povo-lagarto, conseguiu convencer os lagartos não combatentes a fazerem um oferenda ao dragão e com isso, chamar AussiKothar para uma armadilha. E deu super certo! Nem precisei usar o segundo mapa.

    Na segunda vez que mestrei, teve que ser um versão super rápida, porque só teríamos duas horas de jogo. Como teve um jogador a menos (e era um striker) ainda reduzi o número de inimigos no encontro com os lagartos e retirei 100 HP. E desta vez, AussirKothar morreu ao tentar aplicar um Coup de grace no Warlord, pois levou um ataque proveniente da marca do Guerreiro.

    Enfim, foi interessante ver como mestres diferentes (no caso Davi e agora eu) trabalharam a mesma aventura, e como grupos diferentes lidaram com os mesmos encontros. Foi uma grande experiência!

    Ah! E já me esquecendo! No jogo de duas horas ainda tive o prazer de jogar com o Severo e o Ian Ricardo, que sempre aparecem aqui pelo blog. Valeu a presença, pessoal!

Os comentários estão encerrados.