AussirKothar, O Demônio Branco – Parte Cinco

Aqui estou eu novamente companheiros do Rolando20! No último post da aventura nossos bravos heróis, salvadores de Harkenwold, enfrentaram a primeira parte da Cripta que guarda Kietra, A Protetora Flamejante, agora chegou a hora de enfrentar a segunda parta da sombria Cripta de Harkenwold!

Outra novidade é o mapa completo da cripta, que você pode usar para jogar no encontro virtual de RPG!

Depois da sala de vapores todos vocês gastam alguns minutos se preparando para a próxima exploração da cripta, apesar de algumas queimaduras nenhum de vocês está gravemente ferido. Seguindo pelo único corredor que havia na sala de vapores vocês continuam sua exploração, agora a única fonte d iluminação é a que vocês carregam com vocês, suas próprias sombras nas paredes parecem ser como guardas sombrios que observam tudo que fazem.

Depois de alguns metros no corredor parece existir uma sala, a luz que então estava aprisionada pelos muros do corredor se espalha numa sala de escuridão. Ao se aproximarem vocês conseguem ver um fosso no meio da sala, em cada canto deste buraco a estátua de um enorme homem meio touro, todos eles parecem estar fazendo um estranho movimento, como se tentassem puxar do fosso algo muito pesado com correntes invisíveis.

cripta-de-kietra

Esta sala não possui nada de desafiador, isso mesmo, nenhum encontro, não ganha XP, não ganha tesouros. Mas isso não é ruim, nem todas as salas das dungeons devem colocar a vida dos jogadores em risco, algumas podem possuir somente descrição e estátuas que são realmente isso, estátuas. Aqui os jogadores podem interpretar um pouquinho, o “down-time” é sempre uma ótima hora para desenvolver os personagens.

Claro que além de interpretar os personagens investigarão o fosso, único caminho que podem tomar de onde estão, para finalmente chegarem na última sala da Cripta:

O Altar de Kietra – EL 2 – 625 XP

Vocês finalmente arrumam uma forma de descer o estranho fosso. A sala não é muito diferente do resto da cripta, algo que parecia ser um fonte fica ao centro da sala, a água agora já está muito suja. No chão é possível alguns restos mortais, provavelmente corpos daqueles que desapareceram dentro da cripta. Em um dos lados é possível ver um enorme altar, acima dele está mais uma criatura meio homem meio touro, mas ele é diferente do resto, ele é maior e possui incontáveis chifres de sua cabeça até suas costas, como uma carapaça de algum animal pré-histórico, enfiado na estátua é possível ver o punhal de um espada, que brilha com o reflexo da luz de vocês.

Quando os personagens tentarem pegar a espada Kietra, o defensor de Kietra se levantará para protegê-la.

Você se aproxima da enorme estátua, ela foi feita de forma horripilante mais muito detalhada, você se sente como se a qualquer segundo ela poderia mover contra você. Você estende sua mão e sente um terrível frio pelo corpo, e parece que seu coração para de bater por alguns milésimos de segundo, um espectro aparece diante de você saindo de dentro da estátua, enquanto os restos mortais que ali estavam começam a se mexer.

Criaturas:

  • 1 Espectro (espreitador de nível 4), MM  pág. 244
  • 3 Esqueletos (soldados de nível 3), MM pág. 234

Em breve, os capítulos finais da mini-campanha. E Rolem 20!

Sobre Davi Salles

Irmão do Daniel, o Davi começou a jogar mais ou menos na mesma época, mas demorou um pouco mais para jogar junto. Irmão caçula, sabe como é. Ele gosta bastante de Senhor dos Anéis, e suas aventuras sempre tem um toque Sheakspereano. Curte the One Ring, Vampire: the Requiem e outros RPGs mais interpretativos, mas também joga e mestra mesmo o velho e bom D&D.

Esta entrada foi publicada em Post e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

14 respostas a AussirKothar, O Demônio Branco – Parte Cinco

  1. Manso disse:

    Adorei!
    E não tive outra opção além de rir desse trecho: "Você estende sua mãe e sente um terrível frio pelo corpo".
    hahaha!

  2. Bento disse:

    Tá ficando muito bom, porém seria bom se voce numerasse a ordem dos mapas, ajudaria bastante.
    E não tive outra opção além de rir desse trecho: "Você estende sua mãe e sente um terrível frio pelo corpo". +1

  3. Rom_Machado disse:

    Ficou bom…eu particularmente costumo usar salas vazias sim…e os jogadores costumam sempre achar que tem algo escondido =P

    Eu pretendo usar a armadilha do post anterior na campanha que começarei online em breve, quando rolar a aventura eu posto o resultado, mas é dificil jogar online com meu grupo ¬¬
    Estou rezando pra que dessa vez consiga.

  4. vinicius galindo disse:

    opa,
    legal. A sala vazia é muito boa! Acho-as bem divertidas. Os jogadores receosíssimos, quebrando a cabeça à procura de armadilhas, enigmas, alavancas secretas, enfim. O role-play acontece naturalmente e, na maioria das vezes, de forma bem divertida.

  5. Marcelo Dior disse:

    Descobri no sábado que meus jogadores leem o Rolando 20. Não vou mais poder usar a aventura. BUÁÁÁÁ!!

  6. Sonyuu disse:

    Que maldade, com mãe não se brinca Manso!

  7. Daniel Anand disse:

    Os Tiles da WotC são bem espessos, como um papelão grosso, então deslizam pouco. Miniaturas de papel, recomendo colocar algum peso, como clips, moedas, massinha, etc.

    • Marcelo Dior disse:

      Como eu imprimo meus próprios tiles, em papel de 90 ou 120 g/m² — o que é pouco e os tiles ficam bem leves e maleáveis — colo um post-it na parte de baixo de cada pecinha. Basta passar cola do lado "não colável" do post-it, deixando o lado colável para baixo. Você pode até colocar um outro pedaço de papel para proteger a cola do post-it quando não estiver usando aquela pecinha. Aí basta tirar esse papel protetor e colar as peças em alguma superfície do modo que deseja para criar a dungeon.

      Para não sujar e desgastar os post-its, eu sempre colo na mesma placa de papelão, mas estou pensando em comprar um pedaço de EVA do tamanho da minha mesa para substitui-lo.

  8. Jacktador disse:

    Muito obrigado, tentarei colocar clips então!!^^

  9. Jacktador disse:

    gostei muito dos tiles, e só uma pergunta: Esses tiles que vocês usam, são de papel cartão? Eu comprei os tiles Herois de papel-terrenos na moonshadows, mas o problema é ficar organizando eles na mesa, pois eles sempre ficam deslizando , a mesma coisa acontece com minhas miniaturas de papel :Campos de Batalha que tambem comprei na moonshadows veio mais de 400 miniaturas e um mapa quadriculado.Alguem ai também comprou , poderia me dar uma "mãozinha"?, E tambem se alguem tiver esre mapa , poderia me dizer como você o utiliza?XD Muito Obrigado!!!!

    • Não botava muita fé nos Dungeon Tiles, até jogar a aventura com o Anand no D&D Day e perceber o quanto eles são uteis (fui obrigado a encomendar alguns na Amazon), antes usava só o mapa quadriculado e fazia as dimensões e obstáculos com marcadores de papel. Já quanto as miniaturas nunca usei de papel, mas acho que o jeito é colocar algum peso mesmo, ou fazer uma base com papel cartão.

  10. Luke_SK disse:

    Uma coisa que eu acho bom de usar pra colar as titles é a Folha magnética, daquelas que a gente usa atrás das lembranças de aniversários de criança, com a foto da criança pra prender na geladeira, pois vai desgastar bem menos do que um papel normal e também evita o uso da cola, que acaba sujando o papel das titles com o tempo, mesmo tomando cuidado.
    A folha magnética é difícil de achar, mas é uma boa opção.

Os comentários estão encerrados.