Charadas de D&D

Um recurso que para mim é muito legal, mas no entanto é bem pouco utilizada são charadas.

Charadas podem ser usadas nos mais diferentes contextos, podem ser feitas pela clássica Esfinge, ou pelo típico gênio. Mas também pode ser feita por um mago que quer testar a inteligência dos aventureiros ou um sábio maluco.

Um teste de charada pode usar só a inteligência dos jogadores, só a inteligência dos personagens ou um pouco dos dois. Provavelmente uma das razões que as pessoas usem poucas charadas é porque elas não são tão fáceis de criar, por isso eu sugiro utilizar charadas prontas e adaptá-las para o universo do D&D. Bem, chega de blá blá blá, vamos para a charada!

Depois de terem livrado o condado do Vizir Ahgba do terrível dragão marrom, os personagens estão muito mais próximos de conseguir ganhar seu prêmio, a famosa Cimitarra de Cristal, a única que pode matar o demônio que assola o vale Elsir.

Responda me!

Responda me!

Muito bem aventureiros! Vejo que trazem a cabeça de Krox o marrom! Aqui está a Cimitarra que lhe prometi, para tê-la vocês só precisam me dar a resposta para a seguinte pergunta: No exército do Rei Arfurius, o nobre, exitem 5 mil soldados, destes 5 mil a maioria luta com espadas, dos que lutam com espadas a maioria luta com uma espada. Do restante metade luta com duas e a outra luta com algum outro tipo de arma. Quantas espadas são usadas pelo exército do Rei Arfurius, o nobre?

Caso os personagens não consigam responder pode deixá-los fazerem testes de Skills, este seria um skill challenge de complexidade 1 (4 Sucessos antes de 3 derrotas). A skill primária, com DC moderada, é Insight. Skill secundárias que podem ser usadas poderiam ser História (o personagem já tinha ouvido essa charada) ou Perception, neste caso com DC difícil.

Muito bem, mas deva vez não vou dizer para rolarem 20, tentem achar a resposta com suas próprias cabeças e hoje no final do dia irei colocar a resposta nos comentários.

Espero que alguém responda antes de mim!

Sobre Davi Salles

Irmão do Daniel, o Davi começou a jogar mais ou menos na mesma época, mas demorou um pouco mais para jogar junto. Irmão caçula, sabe como é. Ele gosta bastante de Senhor dos Anéis, e suas aventuras sempre tem um toque Sheakspereano. Curte the One Ring, Vampire: the Requiem e outros RPGs mais interpretativos, mas também joga e mestra mesmo o velho e bom D&D.
Esta entrada foi publicada em Post e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

22 respostas a Charadas de D&D

  1. Guaxinim disse:

    SPOILER

    5 mil já que para cada soldado que não usar espada existe um que luta com duas.

  2. Guaxinim disse:

    SPOILER

    5 mil, pois para cada soldado que lute sem espada existe um que lute com duas.

    Último post de Guaxinim: 2009…

  3. Dani Toste disse:

    Na minha ultima campanha tivemos uma sequencia muito legal com charadas. Precisavamos pegar um cajado, para isso tinhamos que passar por um lugar que tinha um certo número de desafios (acho que eram 5), no final de cada um nós recebiamos uma charada.

    Depois que “coletamos” todas as charadas nós fomos para uma sala na qual tinha um pergaminho com tantas linhas nas quais tinhamso que colocar as respostas de cada charada.

    Foi bem intereressante.

    Gosto muito desse tipo de desafio no jogo, que vai além dos combates (não que eu não goste de combate), principalmente porque acho que abre bastante espaço para interpretação e porque desafia bastante os players e não apenas os personagens.

    Alias, isso me lembra uma vez que eu tive que ganhar de bardo numa disputa de versos para salvar meus amigos, foi dificil, mas mto legal!

    Último post de Dani Toste: Aleatoriedades

  4. Leandro disse:

    Gostei da charada, mas prefiro algo menos matemático.

    Charadas são sempre legais para trazer a preocupação dos personagens para os jogadores.

  5. Shin disse:

    Ahhhh!

    Guaxinim, eu iria falar 5000 XD~~
    Você foi muito rapido!

    Você conhece algum site que tenha charadas em portugues para servir de auxílio?

    Último post de Shin: Conceitos: Papéis dos Montros II!

  6. Vou tentar explicar matematicamente para facilitar o encontro da resposta lógica:

    Se um soldado lutar com outra arma que não seja espada, um soldado apenas lutará com 2 espadas. Se a maioria luta com 1 espada e a maioria dos soldados em geral luta com espadas, 5.000 espadas serão usadas pelo exército.

    Através de algum raciocínio, podemos concluir que:
    X= Nº que lutam com outras armas
    Y= Nº que lutam com 2 espadas
    Z= Nº que lutam com 1 espada

    Então:
    Z+Y+X=5000 soldados
    Z+Y > X (a maioria usa espada)
    Z > Y
    Y=X (são metade do restante, portanto, número par)

    Y+X < Z
    e
    Y+X < 2501 (como precisamos que seja par, Y+X < 2502)
    Y+X é menor igual a 2498 (lembre-se que devem ser iguais, então, todos os números pares menores que 2499)

    Com QUALQUER número par menor que 2498, teremos uma quantidade igual de soldados que não usam espadas e soldados que usam 2 espadas.

    Somando todos os que tem espadas, SEMPRE teremos 5000 espadas no exército.

    Caraio, acho que surtei!
    Por favor, alguma operação que simplifique o processo!

  7. Woodstock disse:

    Eu tenho dois livros (Quest of the Riddle Stone e Tower of the Riddle Master) que ajudam muito na preparação de charadas para os jogadores.

    Uma aventura bem interessante, repleta de puzzles, riddles (com direito a uma esfinge), apesar de ser um mega dungeon, é a White Plume Mountain.

    Último post de Woodstock: Espaço Gourmet dos Reinos IV

  8. manso disse:

    Adoro charadas tb… espero que postem no blog alguns links com sites/pdfs de referências!

  9. hackbarth disse:

    Site com charadas em português eu não posso recomendar nenhum, mas tem dezenas dessas charadas no livro O Homem que Calculava de Malba Tahan.

    Esse problema das espadas parece tirado do livro! (mas não foi, é novo pra mim)

    Último post de hackbarth: Aleatoriedades

  10. Davi Salles disse:

    Olá pessoal!

    Essa charada já existia, não inventei, só fiz ele ficar mais D&D.

    O homem que calculava é muito bom

    Outro livro espetacular é “O Enigma de Sherazade” vem umas 1000 charadas desdas mais fuedas até as mais bobas. O livro já tem sua versão 2.0 com novas charadas, acho que chama Alice no País dos Enigmas.

    Mas acredito eu que se você procurar no Google charadas, enigmas e desafios de lógica, vai achar muitas opções também.

    Para Leandro, o primeiro livro, da Sherazade tem muitas charadas nada matemáticas, acho que vai gostar.

  11. Marcelo disse:

    Putz, eu ja tinha lido o “Homem que calculava”, eu vi que conhecia o enigma de algum lugar, mas nao lembrei de onde… =

  12. Leandro disse:

    Valeu Davi! Vou procurar esse livro para ter algumas idéias, apesar de que quando você conhece os jogadores da sua mesa fica mais fácil montar charadas. Por que não adianta colocar algo que os jogadores não vão conseguir resolverem sozinhos, vão acabar se sentindo incompetentes.

    Estou planejando também alguns quebra-cabeças para colocar no jogo, vocês poderiam dar uma falada sobre esse tipo de enigma também.

    Coisas como; fazer um mosaico do símbolo da seita secreta, e os jogadores vão achando cada parte separadamente, para depois terem que montar da forma certa para abrir a porta final.

    Se eu montar um quebra-cabeça legal posso mandar para vocês?

    Estou na espera do próximo podcast! Só queria que colocassem o som um pouquinho mais alto.

    Continuem com o bom trabalho!

  13. Giulain disse:

    5 mil espadas!!!!

  14. JexDragon disse:

    *aproveitando para falar do podcast* – por favor, davi fale mais alto, eu escuto no ônibus aí não consigo ouvir direito tudo o que fala.

    Sobre o post, gostei, charadas são bem legais principalmente se possui um grupo q gosta de resolver charadas =D

    Último post de JexDragon: Background de Personagens

  15. Tsu disse:

    eu tenho um livrinho da Coquetel de “o que é o que é”. Adaptando as adivinhas q tem lá prum mundo medieval dá pra se divertir bastante.
    Não é ideal ficar usando apenas problemas de lógica/cálculo pra desafiar os jogadores.]hehee…também lembrei do Malba Tahan

    Último post de Tsu: Interpretando ao pé da letra

  16. Woodstock disse:

    Lembro-me, ao bolar uma aventura que envolvia servos de Xoriat (plano da loucura em Eberron) o quão difícil é encontrar charadas não-matemáticas. Complica a vida do DM buscar algo ilógico… e a melhor charada que eu tinha pra isso eu não pude usar.

    Infelizmente não posso reproduzir aqui o inteiro teor da charada, mas ela era interessantíssima. Aparentava ser numérica, lógica, mas quebrava esse padrão!

    Último post de Woodstock: Espaço Gourmet dos Reinos IV

  17. Tchelo disse:

    Gosto muito de charadas…e somar com skill challenge é uma ótima idéia.

    Lembro de uma charada que usei no meu grupo e que eles adoraram:

    Um Golem de Ferro estava inativo…os jogadores se aproximaram e repararam que nas costas dele havia um mecanismo de tranca parecido com aqueles cadeados de senha numérica onde você gira uma peça de ferro com números de 0-1-2-3-4-5-6-7-8-9.
    Haviam 8 destas senhas que tinham que estar com os números corretos…e tinha uma alavanca que tentava ativar o Golem, mas se a senha estivesse errada ele dava um choque na pessoa.

    A única pista que eles tinham era um pergaminho com um lembrete do mago que criou o Golem, onde ele dizia: “O código para controlar o Golem é o que você vê” em seguida no pergaminho havia uma série de números:

    11
    21
    1211
    111221
    312211

    SPOILER:

    A senha correta para ativar o Golem era: 13112221.

    Explicação:
    “O Código é o que você vê”, esta dica diz tudo…se você ver a sequência dos números, a linha debaixo descreve o que está na linha acima:

    1 (1 número 1 logo 11)
    11 (2 números 1 logo 21)
    21 (1 número 2 e 1 número 1 logo 1211)
    1211(1 número 1, 1 número 2, e dois números 1 – Logo 111221)

    Difícil né? Mas quando você entende a lógico percebe que você não precisa fazer conta nenhuma pra resolver…é um puzzle de observação e atenção.

    Último post de Tchelo: Top 10 Monstros estúpidos de D&D

  18. Tchelo disse:

    rsrsrs a charada é tão difícil que errei a explicação: CORRIGINDO: 11 (2 números 1), 21 (1 número 2 e 1 número 1)…e por aí vai.

    Último post de Tchelo: Top 10 Monstros estúpidos de D&D

  19. Guaxinim disse:

    Perdão por postar duas vezes, mas na primeira vez não apareceu que havia ido.

    Sobre charadas lembro que antiga d20 saga ai ai (suspiro de saudades) possuía algumas aventuras com excelentes charadas.

    o único problema que vejo com charadas é que ela permite que jogadores de baixa int as resolvam e de alta int falhem, por isso eu sempre lembro os jogadores de olharem suas fichas antes de falar qualquer coisa, e se algum jogador acha que possui a resposta correta e tem uma int abaixo de 11 eu peço um teste de int cd 10 (dnd 3.5)

    deixar APENAS para os jogadores resolver a questão eu acho um erro.

    Último post de Guaxinim: Toca Cast 2009

  20. Tsu disse:

    ah…outra boa fonte, mas dessa vez de problemas de criatividade+lógica é um livro chamado “Como Mover o Monte Fugi”
    Trata de várias questões q a galera aplica no processo seletivo da Microsoft. Se vc tiver muitos engenheiros, computeiros, estatísticos no seu grupo, pode colocar q eles vão gostar.
    Se forem de humanas / biológicas, é melhor arrumar outra coisa.

    Último post de Tsu: Eladrin Wizard>Wizard of Spiral Tower

  21. Adriana disse:

    Cara, me ajuda a montar uma charada. Tirei uma amiga muito chegada no amigo oculto e quero fazer hora com a cara dela. Vc é muito bom nisso, pode me ajudar?

Os comentários estão encerrados.