27
mar

Podcast Rolando 20 – Episódio 16 – Dragões

 Escrito por: Daniel Anand em Podcast

Episódio 16 - DragõesOlá Jogadores e DMs!

Estamos aqui para apresentar o mais furioso de todos os podcasts Rolando 20, falando sobre as criaturas mais poderosas do multiverso, os Dragões!

Sejam eles brancos, pretos, azuis, verdes, vermelhos, ou mesmo das cores das moedas que seu aventureiro tem no bolso, eles sempre foram um dos ícones dos jogos de RPG de fantasia. Como de costume, Daniel Anand e Davi Salles contam as histórias curiosas das origens da mitologia, comentam sobre a vida e sociedade dessas criatura, e resumem a vida de dragões famosos.

Nesse episódio, que ficou o maior até hoje, não coube as vinhetas de nossos podcasts de RPG parceiros, que dividem conosco o super fórum dos podcasts de RPG, o TPKBrasil, então seguem abaixo os links para os podcasts e outros temas comentados:

Se vocês quiserem (e puderem) ajudar a manter o site e podcast, ajude na divulgação, ou faça sua próxima compra no Submarino pelo botão ao lado!

E tomem muito cuidado se um dragão rolar 20!

Tags:

Esse post foi escrito em 27th de março, 2009 às 9:34 am na categoria Podcast. Você pode acompanhar os comentários desse post no feed RSS 2.0. Both comments and pings are currently closed.

56 comentários até agora

 1 

Já estou baixando!:D

27 de março, 2009 às 12:57 pm
Anão Picareta
 2 

Finalmente, é o Tarrasque ou o Dragão vermelho o icone da destruição em D&D? Nunca joguei muito D&D comecei mais de um ano p/ cá (e joguei umas 5x só AD&D apesar de achar o cenário fantástico)!

27 de março, 2009 às 2:27 pm
 3 

Infelizmente não dá pra baixar no trabalho :S só vou poder ouvir de noite.

27 de março, 2009 às 2:44 pm
 4 

Em qual cenário tu jogou? AD&D é sistema, não cenário.

27 de março, 2009 às 2:45 pm
Diogo
 5 

Buenas! Eu coloquei no meu blog, mas como não entendo nada de HTML não sei se ficou certo/funcionando. Se puder dá uma passada e ver se tá prestando: http://anaopicareta.blogspot.com/

27 de março, 2009 às 2:46 pm
 6 

Ficou show de bola, valeu!

27 de março, 2009 às 3:01 pm
 7 

Só esqueceram de comentar sobre o temível golpe mais mortal de todos que o dragão tem: Jato de Urina de Dragão! hehehe..

Bem, muito bacana o post. Só senti falta de mais detalhes sobre a personalidade dos dragões. O livro Draconomicon é muito bom para ter uma idéia de dicas de interpretação para os caras destruírem sem dó!

27 de março, 2009 às 3:06 pm
 8 

eu estou baixando no trabalho e vou ouvir via celular… que mishakal abençõe o blutooth.

27 de março, 2009 às 3:11 pm
guilherme "rodo"
 9 

Opa, ficou bacana demais…sugiro que o tema do próximo seja sobre os outros 50% de D&D, as dungeons!!

27 de março, 2009 às 3:48 pm
 10 

Kender,

Não consegui fazer o cadastro pelo e-mail que tu me mansou :S apelei pro site da Wizards mesmo, tô no aguardo de uma resposta deles.

De qualquer forma obrigado

27 de março, 2009 às 4:10 pm
 11 

uma vez eu botei uma surpreza como dragão.
Uma vez eu fiz um encontro com um dragão (encontro não combativo) em que os jogadores teriam que encontrar um grande mestre, e falaram que era um mestre que de tudo sabia, de tudo podia.
após ouvirem falar tanto do sabio mestre, foram para a casa dele que ficava em uma caverna.
a surpreza foi muito interessante quando descobriram que o tal mestre era um dragão.

eu acho que dragões faze otimos encontros não combativos. são otimos NPCs para um encontro diplomatico, você coloca os jogadores no patamar mais baixo no dialogo, prepare-se para ve-los se rebaixando perante ao dragão hehehe

27 de março, 2009 às 4:38 pm
 12 

Uma das aventuras mais memoráveis que joguei foi conversar com um Dragão Grande Ancião (nunca lembro se era de Bronze ou de Cobre), foi foda, mesmo sendo bondosos os metálicos são seres muito poderosos e não vão engolir desaforo de humanóides, o outro personagem tentou conjurar uma magia contra o dragão e a contramágica deixou ele cego.

Consegui tirar o meu personagem e o outro da confusão só no papo, toda vez que meu personagem ouvia falar em dragão ele se arrepiava e se contorcia todo :D

27 de março, 2009 às 6:11 pm
 13 

O dragão que devora a raiz de Yggdrassil é Nidhogg, e a serpente marinha Jormungand foi quem matou e foi morta por Thor.
São Jorge é padroeiro do Corinthians(que horror)
O Daniel ficou uma gracinha como princesa.
O Vingador tinha medo da Tiamat, mas ela apanhou do grupo no cemitério dos heróis(aquele que aumentava o poder das armas).
O Turin(Mormegil) quase foi morto pelo Glaurung na primeira luta, mas ele é salvo por… Azhagal "o anão"(vocês tambem ouvem nerdcast demais?Não me escrotizem).
Apesar de terem falado do dragon of faerun acho que deveriam falar de Klauth o dragão do norte, Icingdeath(morte gélida na tradução) e Shimmeringloom(trêmulo obscuro na tradução), os dois ultimos da obra de Salvatore e ambos combatidos por Drizzt, Wulfgar e companhia.
Excelente podcast este.

27 de março, 2009 às 6:32 pm
 14 

Lembrei de uma coisa interessante.
quando meus aventureiros estavam no lvl 5 eles tinham que examinar uma caverna que eles nao sabiam o que tinham, no caminho eles viram uma pessoa torrada, ai ja ficaram amedrontados,
logo em seguida na entrada da caverna eles vem outras duas pessoas torradas, ja ficam bem atentos.
quando eles chegam na caverna ficam parados na entrada morrendo de medo ai eu falo
"voces vem um ponto brilhante la dentro"
os jogadores todos falam em coro
"VAMOS SAIR DO CAMINHO DA ENTRADA E VAMOS NOS ABRIGAR NAS EXTREMIDADES DAS CAVERNAS"
imagina a surpreza deles quando veem 2 blazing skeletons saindo da caverna.. eu nao me aguentei e dei mta risada xD

27 de março, 2009 às 5:13 pm
Leo Xorao
 15 

Não sei como ajuda-los, pois nem blog e site eu tenho. Mas me divirto muito com seus podcasts e indico para todos meus amigos rpgistas.

27 de março, 2009 às 8:07 pm
 16 

A parte do audiobook ficou muito boa…ri bastante aqui.
Pior que todo audiobook é assim. Me lembrou o meu cd do First Quest…

27 de março, 2009 às 8:13 pm
 17 

Olá,

As poucas vezes que meus jogadores tiveram a (falta) de sorte de encontrar um Dragão eles apanharam e muito, geralmente quando eu uso um dragão é para bater nos jogadores, e não para eles ganharem. Acho que isso me faz um mestre "mal" mas pelo menos agora ele não tentam mais ir de "frente" com o dragão, e sim tentam inventer outros meios, seja por armadilha, ou usar um excercito, assim por diante.

Abraços!

27 de março, 2009 às 8:49 pm
 18 

MEU DEUS!!! O que vocês tomaram? Daniel imitando princesa em perigo é impagável!!! poderia virar toque de celular! O podcast de vocês está cada vez melhor meus parabéns!

Tenho muitas histórias relativas a dragões em minhas aventuras, a mais clássica foi quando eu em inicio de carreira coloquei um dragão disfarçado de humano no grupo, durante o primeiro combate anotei as iniciativas e fui dizendo agora é fulano, siclano, agora é o dragão… Todos olharam assustados para mim e eu falei, hum é só o apelido dele, ai ninguém acreditou e o metagame comeu solto até o dragão se revelar, e o que era pra ser um climax virou um anticlimax… Erro Critico para mim..

27 de março, 2009 às 9:44 pm
 19 

MEU DEUS!!! O que vocês tomaram? Daniel imitando princesa em perigo é impagável!!! poderia virar toque de celular! O podcast de vocês está cada vez melhor meus parabéns!

Tenho muitas histórias relativas a dragões em minhas aventuras, a mais clássica foi quando eu em inicio de carreira coloquei um dragão disfarçado de humano no grupo, durante o primeiro combate anotei as iniciativas e fui dizendo agora é fulano, siclano, agora é o dragão… Todos olharam assustados para mim e eu falei, hum é só o apelido dele, ai ninguém acreditou e o metagame comeu solto até o dragão se revelar, e o que era pra ser um climax virou um anticlimax… Erro Critico para mim..

27 de março, 2009 às 9:44 pm
 20 

Poxa, entre dragões famosos no cinema, vocês esqueceram de citar um que na minha opinião pessoal é um marco por dois motivos bem simples: ele é dublado em inglês pelo Sean Connery e em português pelo Miguel Falabella. É o Draco, do filme "Coração de Dragão"!

27 de março, 2009 às 10:46 pm
 21 

Hahahaha! Este podcast foi o melhor! Adorei o "roleplaying" da cena do Seu Jorge da Capadócia! Mas ai, queria lembrar de outro dragão CLÁSSICO! O Granamir, do He-Man. Ele usava até elmo de proteção! Destaque também do Smaug, o mais velho e poderoso dragão MINION de todos! Pois é, MINION! Que outro dragão vocês conhecem que morre com uma flechada só? :D

28 de março, 2009 às 12:21 am
 22 

Rolou o comentário sobre o dragão Falabella sim.

Diferença bem estranha no audio logo no início, a sessão de cartas teve um audio bem mais claro do que a parte principal do podcast, algum programa novo ou só configuração diferente?
O podcast ficou muito bom, tanto em informação quanto na sensacional história do São Jorge interpretada por vocês, certamente a melhor versão já contada na história. Jorge ganhou até uma arma mágica!

Mas se os dragões agora podem consumir itens mágicos e aproveitar seu poder, o que acontece se o dragão consumir apenas o Residuum (que seria a força mágica de volta a seu estado bruto, por assim dizer)?

E só uma citação de dragão famoso. Na mitologia nórdica, Fafnir é um dragão que é morto pelo herói Siegfied. Ao se banhar no sangue do dragão, o guerreiro fica invulnerável ao ataque de qualquer arma, exceto em um ponto nas costas onde uma folhinha marota acabou caindo enquanto ele se banhava no sangue do dragão, o bom e velho ponto fraco. Bacana se sangue de dragão desse CA +30, hein?

28 de março, 2009 às 12:39 am
 23 

Chamar o Smaug de mininon é crueldade com o bicho… ele só teve um baia azar xD

28 de março, 2009 às 12:41 am
 24 

Acabei esquecendo de falar (escrever?):
ótimo podcast, e a idéia de transformar o Daniel interpretando a princesa em toque de celular é muito boa.

28 de março, 2009 às 12:45 am
 25 

Ué… Minion de 30° lv ainda é bem respeitável! Nenhum herói conseguria acertar. Só Rolando 20, claro :)

28 de março, 2009 às 1:33 am
 26 

Chato mesmo foi ser um baite de um deus ex machina, todo mundo achando que os anões e o bilbo ia fazer alguma coisa, vem um NPC e mata o dragão…

28 de março, 2009 às 2:54 am
 27 

Chato mesmo foi ser um baite de um deus ex machina, todo mundo achando que os anões e o bilbo iam fazer alguma coisa, vem um NPC e mata o dragão…

28 de março, 2009 às 2:54 am
 28 

Muito muito bom o podcast!!! adorei!

Quero muito usar um dragão na aventura que eu mestro … mas é coisa pra bem depois já que eles são nível 2 e o dragão que eu quero usar é épico heheheh

28 de março, 2009 às 3:28 am
 29 

Bah…dai não tem graça.
Qual a graça de você sofrer para acertar o bicho e na hora que você vai se sentir poderoso (rolar o dano) qualquer coisa servir?
Minion tem que ser bicho pato…Smaug não era minion, só tinha "Vulnerable 5000 Arrows" em sua ficha…

28 de março, 2009 às 12:29 am
 30 

Cara, quando li o livro fiquei muito revoltado! Eu jurava que os anões iam sentar a lenha no dragão, que o Thorin ia morrer heróicamente e tudo mais! Hehehe, foi realmente um plot twist :)

Mas valeu a pena. Depois de algum tempo passei a me amarrar na história do Bard e e baseado no povo de Valle. Tanto que anos mais tarde, num jogo de D&D Senhor dos Anéis, fiz o arqueiro Aaron Boulbarden, da cidade de Valle. E até hoje é um dos meus personagens mais queridos.

28 de março, 2009 às 3:33 am
 31 

A sim a batalha do Cavaleiro Jorge foi foda!

28 de março, 2009 às 12:39 pm
Hikaru
 32 

Nosso grupo estamo jogando uma aventura nivel epico [24º nivel], e o ganho para juntar meu personagem ao grupo envolvia indiretamente um dragão verde que tinha sequestrado um princesa.
Meu personagem o Parallax, era um Dragonborn Barbaro ex-Vilão Tirano Megalomaniaco que a mais de um decada havia se aposentado dos campos de batalha e agora vivia a encher a cara em uma taverna de uma pequena vila, e eventualmente arranjar briga com um desavisado.
Inicialmente meu personagem se recusou a ir enfrentar o dito dragão, por simplesmente não levar a serio a historia do sequestro ("o dragão ta mantendo a princesa viva durante os ultimos dois anos, conta outra!") e ainda hostilizaou o pretenso grupo de salvadores, humilhando o lider deles em praça publica, o mestre quase não acreditava nas reações do meu personagem.
Eventualmente, apos ir a taverna comer alguma coisa, acabou por saber pela filha mais novas das três filhas do dono da taverna que esses mesmo "pretensos herois" haviam passado a mão em lugares inapropriados das meninas, e ele tomou as dores e foi truicidar os "herois". Parallax e secretamente apaixonado pela filha mais nova do taverneiro, mesmo ela sendo humana (para ele isso não e uma novidade tão grande assim, ele vive se gabando do seu sucesso com as princesas indefesas que ele sequestrou no passado, mas com a filha do taverneiro e diferente ja que ele possui sentimentos verdadeiro por ele, não seu velha compulsão por donzelas).
Chegando a caverna do dito dragão, os aventureiros ja estavam mortos a algum tempo, e meu personagem so lamentou por ele mesmo não ter feito isso. Apos conversar com o dragão, descobriu que o mesmo so queria ficar sozinho e por isso sempre jogava os rstos dos aventureiros na vila, para aterrorizar as pessoas e afastar qualquer aventureiro, meu personagem so disse que isso causa o efeito contrario, aventureiro entendiam isso como "vem me pegar se tiver coragem". Alem disso descobriu que a dita princesa era real, acabando por fazer um acordo com o dragão para livrado do estorvo que a princesa se tornou na vida do dragão. O Mestre ficou muito impressionado com isso, foi o primeiro aventureiro que dialogou com o dragão, e não tentou matar o dragão.
O chato foi depois quando apareceu o paladino de Carisma 22 e ofuscou todo os esforços do meu personagem, a princesa se apaixonou na hora e meu personagem viu sua gloria e premio que era princesa donzela, que ele havia ate dado em cima anteriomente com uma cantada bem original ("pra que você precisa de um princepe encantado, se tem um dragão malefico?"), indo enbora tão facilmente.

28 de março, 2009 às 5:46 pm
Jefferson
 33 

Gostei bastante do Podcast, mas acho que poderiam ter citado um cenário da 2ª edição onde as estrelas eram os dragões, o Council of Wyrms. Até porque nele fala muita coisa da sociedade dos dragões e expande legal o panteão deles…

28 de março, 2009 às 6:09 pm
 34 

Mas e "Reino de Fogo" ("Reign of Fire" no original, que fazia um trocadilho intraduzível com as palavras reino e chuva)? Apesar de nenhum dragão ali ter nome, estão entre os mais belos retratos já feitos dessas criaturas místicas no cinema! E também vale pela melhor interpretação de anão que já vi na minha vida até agora, com aquele tenente americano careca e barbudo que carregava um machado (e que machado!) nas costas!

28 de março, 2009 às 9:18 pm
 35 

Quanto a dragões famosos, ficaram de fora os Dragon Overlords do cenário de Dragonlance, acho que merece uma menção especial a Malystrix, a Dragon Overlord Vermelha, ela era tão poderosa que foi capaz de fazer os Kender sentirem medo :o

28 de março, 2009 às 11:19 pm
 36 

Ótimo cast!

Uma das minhas maiores frustrações no AD&D ocorreu na campanha que joguei durante cinco anos como paladino, nela um dos grandes antagonistas do grupo era um dragão branco Great Wyrm que nunca tive a oportunidade de enfrentar. Nosso grupo chegou a encontrá-lo algumas vezes, mas os embates ficavam sempre na diplomacia e de alguma forma sempre conseguimos resolver o problema só no verbo.

Lembro que em um dos tesouros que o mestre rolou aleatoriamente um dos itens era uma Espada Matadora de Dragões BRANCOS! Eu considerei isso um sinal dos deuses do RPG e passei várias sessões tentando encontrar o tal dragão, porém sem sucesso. Depois a campanha acabou sendo engavetada por vários pequenos problemas e até hoje sinto-me frustrado por não ter eliminado a hedionda criatura em nome de Torm!

29 de março, 2009 às 7:53 pm
 37 

A voz de princesinha é impagável

29 de março, 2009 às 8:26 pm
 38 

Amanhã é sempre um novo dia! Porque não mestra uma campanha onde esse dragão branco é o grande vilão?! hmmm, já até me dá idéias de personagens…

29 de março, 2009 às 8:32 pm
 39 

Meu sonho sempre foi rolar uma campanha de LoTR, usando o melhor sistema que tiver, que o pessoal achar o mais legal, pode até ser coda, se bem que prefiriria o 4e, com algumas mudanças nas classes e raças.

Na minha campanha o Grande vilão será a Ungoliant, que quase deu umas porradas no Morgoth

29 de março, 2009 às 8:34 pm
 40 

Engraçado, essa era também a idéia de um amigo meu que é totalmente tolkien maníaco. Eu, por outro lado, já pensei mais de uma vez em começar uma campanha girando em torno do retorno dos magos azuis, mas nunca saiu do papel.

29 de março, 2009 às 11:18 pm
 41 

A gente se emplogou na história e depois eu adicionei os efeitos. Achei que ia acabar cortanto, mas ficou engraçado e deixei! :D

30 de março, 2009 às 12:57 pm
 42 

Uma boa questão essa do Residum, Luke. Eu acho que nesse caso, acho que não funcionaria, mas podemos supor que o equivalente de residum de uma arma +1 dá +1 nos ataques e danos do dragão, e por aí vai, sem os efeitos especiais das armas originais.

30 de março, 2009 às 12:58 pm
 43 

Nããããããããããããããããããããããããooooo….

30 de março, 2009 às 12:59 pm
 44 

Realmente, esqueci completamente desse suplemento. É quase o Birthright dos dragões. Vou dar uma comentada nos comentários do próximo cast.

30 de março, 2009 às 12:59 pm
 45 

Adorei o pod de dragoes……..deu ate vontade de jogar um D&D agora!!! uahauhauahua

vlw pessoal………..Rapahel O Lord (Grupo 1000Combos)

1 de abril, 2009 às 4:19 am
 46 

Finalmente ouvi o podcast, ele salvou minha sanidade na fila da Ciretran. Gostei particularmente de terem misturado as características dos dragões provindas de várias fontes (edições); isso deixou o diálogo dinâmico e fascinante.

2 de abril, 2009 às 4:10 pm
 47 

Ah, é, não tem como falar de dragões e deixar dragão dourado de fora, né?

2 de abril, 2009 às 6:24 pm
 48 

Anand, esse comentário não é sobre os dragões, mas sim do link para o Submarino. Achei legal a idéia, mas não sei dos outros, pessoalmente nunca comprei pelo submarino. O que eu sei é que muita gente que acessa o Rolando 20 compra pela AMAZON. Será que não rola um esquema desses com ela? Procura ver isso, se tiver como, tenho certeza que os leitores do Rolando 20 vão contribuir e muito!

7 de abril, 2009 às 12:12 pm
 49 

A gente tem um esquema de afiliado com a Amazon também, é só clicar em qualquer livro da aba "Livros" lá no menu de cima do site. Mas sua idéia é boa. Vou colocar o link para a Amazon também no final dos posts dos podcasts.

7 de abril, 2009 às 12:20 pm
 50 

Acho interessante colocar um link direto a Amazon e não para os livros, porque não fica preso ao D&D. Eu, por exemplo, compro mais livros de Star Wars Saga do que D&D4. Assim não limita a compra.

7 de abril, 2009 às 12:46 pm
 51 

O link de entrada não importa, tanto na Amazon quanto no submarino. Se você clicar no PHB e comprar um livro de Saga, ou clicar num banner de DVDs e comprar um CD, a gente ganha lá uns trocados do mesmo jeito.

7 de abril, 2009 às 1:28 pm
 52 

Bom saber! Você já garantiram uns trocados pros próximos meses :)

7 de abril, 2009 às 4:00 pm
 53 

Muito bom o cast de voces, continuem assim!

11 de abril, 2009 às 9:05 am
 54 

Raios, Dragões!!!
Cacildis, falar de dragões é algo que leva a mente a uma overdose do caramba… ouvi o cast e fiquei impressionado pela qualidade e o foco posto nos dragões essa criatura tem sido um dos meus prediletos e meus problemas nas grandes batalhas … Vou estrapolar um dia e vou criar um charr tão foda que vou matar um dragão como fez o bilbo bolseiro só com charadinhas. kk valew e parabens pelo trabalho feito no Rolando 20 continuem assim thanks

26 de abril, 2009 às 1:05 am
Victor
 55 

tem o tiamat tbm uhAasuhasuhauhasuhasuhas

9 de julho, 2013 às 9:43 pm
Raphael Dutra
 56 

E quando vai ter aventuras de RPG? rsrs Agurado.

11 de janeiro, 2014 às 10:26 pm

2 Trackbacks/Pings

  1. Mais uma coletânea de Links | Rolando 20 - D&D 4ª edição    29 mar 2009 / 8am:

    [...] que falamos de dragões no último podcast, que tal um dragão branco que nasceu [...]

  2. Podcast Rolando 20 - Episódio 17 - Warlocks | Rolando 20 - D&D 4ª edição    10 abr 2009 / 10am:

    [...] História do dragonborn do Hikaru [...]