Podcast Rolando 20 – Episódio 23 – Rituais

Episódio 23Olá Jogadores e DMs!

Essa semana, mais uma vez Daniel Anand & Davi Salles se juntam para comentar sobre um aspecto muitas vezes esquecidos pelos jogadores de D&D 4a edição: os rituais! Talvez por ficarem lá no finzinho do livro, muitos não deram bola para esse aspecto que fundamental em qualquer jogo de Dungeons & Dragons. Seja um simples Disco Flutuante de Tenser, ou mesmo ou Raise Dead, rituais estão aí pra ficar.

Estamos experimentando com um novo formato, sem a leitura de comentários, e gostaria do feedback dos ouvintes.

Se vocês quiserem (e puderem) ajudar a manter o site e podcast, ajude na divulgação, ou faça sua próxima compra de Dungeons & Dragons na Amazon, é só clicar antes aqui!

Rolem 20 e bom rituais para todos!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro 13th Age. @dsaraujo no twitter

Esta entrada foi publicada em Podcast e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

41 respostas a Podcast Rolando 20 – Episódio 23 – Rituais

  1. DM_Rafael disse:

    Opa, baixando aqui. Este realmente era um tópico muito esperado!

    Gosto da leitura dos comentários, sempre tem alguém que acrescenta algo interessante ou engraçado.

    Mas realmente quando o podcast fica mais famoso, é muito comentário para filtrar. Em todo caso, se for para ter um episódio com um ritmo melhor, acho essa perda um mal menor.

  2. Yuri Peixoto disse:

    Concordo com o Rafael. Se a retirada dos comentários aumentar o dinamismo do podcast, também prefiro que fique sem. Estou baixando agora e vou ouvir na hora do almoço.

  3. Gelatto disse:

    Muito bom o podcast. Gostei das dicas de alguns usos interessantes para alguns rituais. Com relação aos componentes materiais – tanto de rituais quanto de itens mágicos, eu também incentivo meus jogadores a interpretarem estes componentes e nada de criar as coisas do nada e queimar PO sem graça.

  4. DM_Rafael disse:

    Terminei de ouvir o EP agora, e ficou muito bom. Parabéns!

    Acho que o ritmo do episódio ficou realmente melhor sem os comentários, mas não acho que precisa ser cortado definitivamente. Se houver algum comentário ou e-mail que valha e pena ser destacado, por que não colocar no ar?

    Quanto ao EP em si, gostei muito das dicas de uso de pergaminho. E como mestre e jogador, acho aquele ritual de transferir encantamento muito bom. Nos antigos jogos de D&D 3.0 sempre rolava de sobrar um machado mágico do orc que ninguém poderia usar, ou um escudo cheio de símbolos de uma divindade inimiga. Com esse ritual, é só trocar o objeto. Fantástico!

  5. Luke_SK disse:

    Pra quem curte ouvir direto do PC e alguns smartfones e outros gadgets, já andam usando por ai o formato aac, onde você pode dividir o podcast em capitulos, colocar imagens e por aí vai
    Claro que os mp3player normais não doram esse formato

    Mas quanto aos comentários em si, é bem legal ouvir a opnião dos outros jogadores e DMs com as dúvidas e tudo mais, eu considero uma sessão importante. Quem sabe um arquivo extra só com as leituras de e-mail lançadas logo depois de cada comentário? Qualquer coisa, taca a enquete ai : X

    E eu curto especialmente esses casts destrinchando as novidades da 4ed pra tirar todas as dúvidas que sobram e também pra ensinar os novos jogadores.
    Pros meus players escutar os podcasts da sua classe escolhida é pré-requisito pra entrar na campanha.
    Valeu ai por mais esse cast!

  6. Luke_SK disse:

    Pra quem curte ouvir direto do PC e alguns smartfones ou outros gadgets, já andam usando por ai o formato aac, onde você pode dividir o podcast em capitulos, colocar imagens e por aí vai
    Claro que os mp3player normais não doram esse formato

    Mas quanto aos comentários em si, é bem legal ouvir a opnião dos outros jogadores e DMs com as dúvidas e tudo mais, eu considero uma sessão importante. Quem sabe um arquivo extra só com as leituras de e-mail lançadas logo depois de cada comentário? Qualquer coisa, taca a enquete ai : X

    E eu curto especialmente esses casts destrinchando as novidades da 4ed pra tirar todas as dúvidas que sobram e também pra ensinar os novos jogadores.
    Pros meus players escutar os podcasts da sua classe escolhida é pré-requisito pra entrar na campanha.
    Valeu ai por mais esse cast!

  7. guilherme "göltork" disse:

    Gostei muito do podcast sem os comentários. Acho que agradece-los já é o bastante.
    Também curti o fato de ter menos de uma hora, algo que acho o tempo máximo para algo do tipo, além de ter achado muito mais dinâmico.
    Destaque para o Davi, que nesse podcast pareceu mais entusiasmado ao meu ver.
    Parabéns à vocês!

  8. YuriPeixoto disse:

    Gostei do formato. Ficou interessante, e sobrou mais tempo pra detalhar mais o assunto. Logicamente, espero que assuntos mais densos (descrição das classes do PH II, por exemplo) continuem pegando o esquema de + de 1 hora,afinal o assunto assim pede.

    Apenas um detalhe técnico. Esse podcast saiu mais baixo que os outros. Geralmente o ouço no ônibus, indo ou voltando pro trabalho, e esse ficou mais baixo que os demais. Quase não ouvi direito o Anand falando ( o Davi então, nem dava pra ouvir).

    Sobre o assunto do podcast, adorei. Os rituais são algo que transformou o D&D em algo mais místico e misterioso, dá até pra dar um toque de 2nd edition nele. Tenho o Volo´s Guide to All Things Magical, e é super legal ler as descrições dos itens fantásticos usados pra criação de itens mágicos. Com os rituais dá pra emular bem isso.

    E pra quem quer componentes materiais interessantes pra rituais divinos, recomendo também dar uma olhada no Book of Exalted Deeds, que tem uma lista bem legal (não, não vou comentar da lista do Book of Vile Darkness) 😛

  9. Youkai X disse:

    Pra variar adorei o podcast (e tenho que comentar mais vezesXD). Realmente os rituais são um tanto quanto esquecidos, o que é uma pena, pois sào um dos aspectos mais interessantes da 4E especialmente por darem um suporte legal fora do combate (e por causa do podcast, eu abri meu Player's Handbook 1 e 2 e fiquei lendo os rituais, para entendê-los melhor). A retirada dos comentários fazia-se necessária e aumentou o dinamismo do podcast. Os comentários podem ser respondidos aqui mesmo na caixa de comentários e tal.

    Davi, você pretende mesmo montar uma campanha investigativa em Eberron? Quando você começa a mesa? Fiquei interessado (caso seja por FG 2), mas'só em Agosto eu vou poder ter alguma disponibilidade (férias de julho e viagens =D), se bem que até lá todo mundo vai ter tido a chance de ler os dois livros de Eberron pra 4E.

  10. Vinicius Zóio disse:

    Correçãozinha besta. Transfer Enchantment é ritual de nível -4-, não 6 Daniel! 🙂

    No mais, queria fazer uma pergunta pra dupla do Rolando 20. Os jogadores utilizam muitos rituais nos seus jogos? Vi vários camaradas gringos reclamando que por serem muito caros, são pouco utilizados. Pra corrigir isso na minha mesa, ando dando um GP extra na forma de Residuum, pro povão usar mais rituais – na minha mesa eles raramente cogitavam usar rituais (os jogadores acabam de chegar no nível 5 e talz…). Mas e com vcs Daniel e Davi? (Putz, D&D = Daniel e Davi. Como nunca reparei nessa nhaca??? ^^), os jogadores usam rituais na moral ou é muito raro?

    • Daniel Anand disse:

      Putz, mancada nossa, valeu Vinicius. Nos meus jogos, usa-se muito pouco. As trezes tribos ainda está muito no começo, mas agora que os Escamas Púrpuras já estão no oitavo nível, os rituais devem aparecer bem mais.

  11. Nibelung disse:

    Só um detalhe, a dica do Rust Monster não funciona. Exploraram isso numa matéria de ecologia, o resíduo não sai do bicho. Fica dentro do corpo dele sendo digerido até o fim.

  12. Fernando Assis disse:

    Olá eu sei que não é o local certo, mas há previsão de saída da revisão de vocês do Eberron Player's Guide?

  13. Acho interessante acrescentar os comentários caso haja algo novo referente ao podcast comentado, alguma correção, sugestão ou dica dos ouvintes, caso contrário basta agradece-los mesmo.

    Quanto ao episódio já ouvi duas vezes e vou recomendar para o pessoal da minha mesa, o grupo ainda está no nivel 2, mas já soube aproveitar muito bem os rituais (principalmente o de Compreender Idiomas). Não considero o fator dinheiro algo que impeça ou prejudique o uso, a ideia de balancear o valor é para não virar festa mesmo. Uma das coisas que mais chamou a atenção dos jogadores na mesa quando começamos a jogar a 4E foi o fato de qualquer classe ser capaz de usar os pergaminhos, mas como foi bem explicado no podcast agora os pergaminhos são tratados de forma bem distinta se comparados a 3ª edição… é como um item mágico mesmo.

    Parabéns por mais um ótimo podcast e que venha Eberron!

  14. LeoXorao disse:

    Realmente precisava me apegar mais aos rituais, valeu pelo tema.

  15. Pessoalmente tenho reparado que poucas mesas tem se utilizado de rituais. Mas não acredito que seja por falta de ouro não, e sim por falta de oportunidade ou interesse da parte dos jogadores mesmo!

  16. NILSON disse:

    De acordo com a noção de custoxbeneficio, o pensamento do jogador quanto a essa ou qualquer outra coisa "opcional" é: se eu escolher por isso o DM colocará um evento na partida em q eu terei de usa-lo, MAS se eu não tiver (por ser opcional) o DM não colocará o evento ou simplesmente me dará outra forma de passar por ele, LOGO não adotarei nada q seja opcional e não terei nenhum custo adicional q realmente eu não teria.
    Parece estranho, mas parte do principio de q o DM NUNCA faria uma situação em q vç NÃO passa-se a não ser q tivesse o ritual.
    Resumindo muitas vezes na partida os rituais são ignorados pq o DM não coloca q eles sejam obrigatórios para a conclusão da historia.
    Lembrem-se opcional em D&D é sinônimo de dispensável, se vç quer q os jogadores preparem um ritual antes de entrarem na dungeon, deixe isso bem CLARO, pq a frase de DM "se vçs tivessem feito isso…" é muito anti-jogo.
    Se vç já mestrou pro jogador tipo "ejaculação precoce", aquele corre em direção aos inimigos, q no primeiro sinal de perigo solta todos os poderes diarios e nunca carrega nada esperando q o DM adapte a historia fazendo ele encontrar comida na dungeon por o infeliz nunca traz ração, se vç já mestrou pra esse tipo, vç sabe o q estou falando.
    Então deixo a pergunta ( quem sabe pro próximo podcast ). Como dosar, ser precavido numa empreitada a uma dungeon com necessidade real, sem dar spoilers do q acontecerá nela?

  17. luan disse:

    Aqui so uma pergunta pra galera. O druida por exemplo ele nao precisa ser treinado em arcana ou religião e usa rituais de nature. Tem q ter esse pre requisito de ser treinado em arcana ou religiao pra mandar os rituais? Valeus ae galera!

    • Daniel Anand disse:

      Você precisa ser treinado em Religião ou Arcanismo para comprar o feat. Se sua classe te deixa fazer rituais, não precisa, embora ajude em alguns rituais ser treinado.

  18. João manoel (leonam) disse:

    ficou muito bom, gostei. Um pequeno pedido, estou indicando esses e os outros para varias pessoas ouvirem e como eu eles tambem são pessimos em ingles e alguns termos fica difcil para entender, agora com a tradução vcs poderiam (por favor) utilizar os dois termos se possivel?

    Estou ouvindo sortidamente, mas até agora gostei de todos.

  19. Vinicius Zóio disse:

    Opa, tou vendo que muita gente está opinando que os rituais podem não ser tão utilizados por conta de desinteresse dos jogadores ou por conta do mestre não forçar mais a barra para que sejam utilizados…

    Bem, não é exatamente como vejo a coisa :). Acredito sim que "haja desinteresse" e que os jogadores pensem na relação "custo x benefício", mas não acredite que o problema esteja no mestre ou nos jogadores mas sim na mecânica do sistema.

    Na minha mesa por exemplo, houve diversos momentos em que os jogadores -queriam- usar rituais mas pararam justamente por conta do custo que teriam de pagar. Claro, essas situações ocorreram nos 3 primeiros níveis, onde GP não era exatamente muito alto para o grupo. Eu sei que esse problema do custo dos rituais diminue nos níveis mais altos. Na minha campanha, muitas vezes os jogadores pensaram em planos que poderiam ser executados usando rituais mas quando olhavam para o custo, desanimavam e perseguiam uma rota mais direta para os seus objetivos.

    Eles chegaram a usar alguns poucos rituais, mas muito menos do que gostaria que tivessem usado. É uma característica interessante de várias classes que na minha mesa teve pouco uso, acredito eu pela relação custo/benefício que vários rituais possuem – é mais prático aos jogadores procurarem soluções que não gastem seu dinheiro do que investir grana para resolver determinada situação. Não quero começar a criar situações que só podem ser resolvidas via rituais e muito menos situações que penalizem fortemente jogadores que -não- usarem determinado ritual.

    Por isso achei mais interessante distribuir mais grana de rituais pra galera – ao menos pareceu remediar um cado a coisa, já usaram Enchant Magic Item para criar um Bag of Everlasting Provisions e uma Leather Armor of Cold Resistance :). Torraram praticamente todo o Residuum mas ao menos estão usando mais rituais. Pode ser que isso se torne um problema no futuro, afinal podem acabar com mais itens mágicos que o normal, mas espero que ao menos os jogadores se divirtam um cado mais com seus rituais!

    • Davi Salles disse:

      Usa a estratégia entregar componentes de rituais para os jogadores, eles não terão opção a não ser usar para fazer ritual.

      • Vinicius Zóio disse:

        É o q eu faço! Mas eles ainda poderão usá-lo para Enchant Magic Item e portanto, criar mais itens mágicos 🙂

        • Davi Salles disse:

          O barato de dar coponentes arcanos é que terão que fazer rituais diferentes, não só ficar criando item mágico, acho que ritual de criação de iten mágico quase todas as mesas devem fazer porque é mega ninja.

          Na verdade o melhor deve ser uma mistura dos dois, componentes e residum, permita para os jogadores que eles encontrem alguns componentes durante a aventura. Vocês entram na caverna, Astinindus, você avista um lar de larvas esmeraldas, muito utilizados em rituais mágicos. Você pega algumas larvas e prende no seu pote, ganahando 30 golds em termos de componentes arcanos.

          • Vinicius Zóio disse:

            Essa idéia é tops! ^^ Os componentes de rituais são uma ótima maneira de dar uma "flavorzada" nas treasure parcel, vc pode colocar um monte de coisa esquisita e dizer "e isso funciona como 30 GP de componente arcano". Quer coisa mais "old school" que entrar num laboratório dum mago, encontrar um monte de poção esquisita, pedaços de bichos e outras tranqueiras e poder USAR aquilo mecanicamente??? Muito legal! ^^

  20. NILSON disse:

    Esses podcasts junto com os livros, São tudo o q vç precisa para vç entender logo de cara como funciona as classes, fica claro, até mais do q nos livros, quais os pontos fortes e fracos de cada raça para cada classe, as opções de Builds e o q cada uma pede, inclusive alguns combos.
    Tá com dificuldade de explicar como o novato deve construir sua classe preferida sem o perigo de vç mesmo terminar construindo o personagem dele? Fácil poe o muleque pra escutar o podcast da classe q ele quer e pronto?Veio aquela pergunta, mas em q eu uso esse ritual… e esse… e esse aqui e vç não quer reler todos os rituais pro novato, fácil poe o muleque pra escutar esse podcast e vç fica livre pra preparar sua aventura do dia. Mais do q simplesmente comentar os livros, vçs ensinam a usa-los, por isso q assim como na minha estante sempre terá lugar para mais livros de D&D4, no meu MP3 sempre terá lugar para mais podcasts do Rolando 20 como minhas referencias de D&D4 para novos jogadores.

    • YuriPeixoto disse:

      Concordo contigo, Nilson. Eu tou botando meus colegas, jogadores e conhecidos para virem aqui ouvir o podcast do Rolando20 a torto e a direito, pela própria facilidade de explicação que vc citou. 😀

  21. psaicou disse:

    o podcast é sem duvida o foco do site. a melhor parte para qualquer usuário, mas só tem um problema nas entrevistas.. vcs usam muitoo inglêêsss.. e isso prejudica quem não entende muito a linguagem e os iniciantes no dnd.. que são muitos… geralmente jogadores mais experientes não procuram na rede coisas em relação.. so os livros e regras.. mas essas ajudas que vcs fornecem(podcasts) são mais procuradas por iniciadores, ou seja… moçada.. de boa.. meno ingles por favor.. assim eu e meu grupo inteiro vai entender o que se passa na mente de vcs experientes e aproveitaremos os podcasts muito mais…

    abraços..

    no mais ta 1000….

    • YuriPeixoto disse:

      psaicou, não sou o Anand nem o Davi, mas creio que posso responder essa pra eles. A terminologia norte-americana é muito utilizada, justamente por não termos os livros em português. Claro, agora com o recém-lançado Livro do Jogador 4E em nosso idioma, vai ficar melhor, mas mesmo assim, é um único livro. E entre traduzir (mal) um termo ou usar o original, acaba ficando melhor usar o original mesmo. ^^

  22. Kendji disse:

    Ola
    Estava esperando a bastante tempo por este podcast, comecei a jogar a pouco tempo, e para não enrrolar em todas as regras, acabamos deixando algumas coisas meio de lado, uma delas foi os rituais. (Afinal com todo um sistema novo, e a vontade de jogar, não quisemos esperar para ler e entender tudo)
    Mais vi que a mecanica é bem simples e ja estou me preparando para utiliza-los da melhor forma possível na minha camapanha.
    Parabés e continuem assim!

  23. Pingback: TeiaCast » Blog Archive » Resum?o – 20/06 e 21/06

  24. Pingback: 5 Dicas para Rituais do LdJ 4E | d3system

Os comentários estão encerrados.