Podcast Rolando 20 – Episódio 28 – Eberron

Episodio-28Olá Jogadores e DMs!

Atrasamos um pouco, mas aqui estamos de volta! Daniel Anand & Davi Salles trazem pra vocês a parte 1 do podcast sobre o cenário de campanha de Dungeons & Dragons: Eberron! Se você não conhece esse cenário, conheça porque ele se tornou o pano de fundo dos últimos jogos de computador baseados em D&D, e porque ele conquistou tantos fãs tão rapidamente.

Comentamos rapidamente a história, as raças, as mudanças para a 4ª edição, e ainda falta bastante coisa. Se você já é super inteirado do cenário, talvez não aproveite tanto, mas aponte nossas falhas! 🙂

Mais uma vez, se vocês quiserem (e puderem) continuar ajudando a manter o podcast, faça sua próxima compra de Dungeons & Dragons na Amazon, é só clicar antes aqui!

E venham para o mundo de aventuras de Eberron vocês também!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro 13th Age. @dsaraujo no twitter
Esta entrada foi publicada em Podcast e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

51 respostas a Podcast Rolando 20 – Episódio 28 – Eberron

  1. @delibriand disse:

    Excelente, excelente!
    Já estou ouvindo. Em 50 minutos darei minha opnião detalhada. 🙂

  2. Patesi disse:

    Tá na hora de algumas criticas novas na seção resenhas, heim?

  3. Tsu disse:

    baixando esse superesperado podcast

  4. Tsu disse:

    sovereign hoste = hoste soberana?

  5. Diogo disse:

    Fala galera!
    1ª vez que deixo comentário aqui. Parabens pelo podcast já ouvi quase todos e esse último, realmente muito aguardado!
    Sou novato no D&D4 e vim aqui para deixar meu muito obrigado pois vcs estão me ajudando muito a sakar os detalhes da 4ª edição!!!!
    Continuem firme e forte
    Um abraço

  6. @delibriand disse:

    Eberron é o meu cenário favorito, assim como o do David, e adorei o podcast.

    Consegui finalmente ouvi o podcast inteiro. Excelente, gostei muito. Vou recomendar para os meus jogadores ouvirem antes de começar a mestrar em Eberron. Também é muito prático para quem não conhece Eberron, o conhecimento está condensado e vocês deram uma pincelada pelo cenário inteiro.

    O som do David melhorou bastante nesse episódio, ele não está com uma voz apagada. Infelizmente, a voz do Anand é que ficou mais apagada, mas não está ruim. O volume eu ainda achei baixo, e isso acaba atrapalhando para ouvir pelas caixas de som do notebook, onde o volume é um fator limitante. Acredito que ouvi uns ruídos de fundo na parte final, mas nada tão ruim assim.

    Infelizmente, não deu para vocês comentarem sobre os livros da 4ª edição e as diferenças para a terceira. Eu estou para escrever um review dos dois livros comparando com a 3ª edição e com o Forgotten Realms da 4ª edição, assim que estiver pronto eu mando para vocês. 🙂

    Para quem já conhecia Eberron na 3ª edição, uma ótima notícia é que ele está praticamente igual na 4ª edição. Todo o material que vocês têm vai poder ser aproveitado sem muitos problemas. As coisas novas da quarta edição foram muito bem encaixadas em Eberron, MUITO melhor do que aconteceu em Forgotten Realms.

    Eu não havia comentado antes, mas vocês são parcialmente responsáveis por despertar o meu interesse por D&D com a quarta edição, e com isso, me fizeram voltar a jogar RPG. Desde que descobri o podcast, há pouco mais de um mês, já consegui ouvir quase todos os episódios, que me ajudaram bastante a me familiarizar com a nova edição.

    Quem sabe em algum ponto no futuro eu consiga fazer alguma coisa para ajudar a comunidade como vocês fizeram. Parabéns pelo sucesso e desejo toda sorte!

    • @delibriand disse:

      Faltou comentar também que os gnomos de Eberron são muito sinistros, assim como os elfos. Os Kalashtar vieram para Eberron do plano dos sonhos fugindo de outras criaturas, e para isso eles tomaram os corpos dos humanos, diferente dos Deva, que aparecem fazendo *PUF* do nada, como adultos. Também ficou faltando falar de Sharn, que é a São Paulo do D&D. 😀
      Duas dicas legais para o pessoal que curte Eberron é uma entrevista que o Keith Baker deu recentemente, http://dungeonsmaster.com/2009/09/keith-baker-ans… . No site da Wizards também tem bastante material interessante para quem está começando a mestrar em Eberron, e é totalmente free: http://www.wizards.com/default.asp?x=dnd/archeb/d

  7. Pingback: TeiaCast » Resumão Resumido – O Resumo De Tudo Aquilo Que Não Pude Resumir

  8. @Catok disse:

    Opa esse episodio realmente foi muito esperado, assim como o delibriand desde q descobri o roando 20 voltei com tudo a jogar rpg, e claro agora de vez 4ed, estava preso na 3.5 alternando com tagmar, mas agora nao tem essa é 4ed na cabeça.

    o episodio foi muito bom, gostei pelo fato de vcs terem falado de tudo ou praticamente tudo no cenario para quem nao conhecia muito como eu ja deu para ter q noção q eu esperava, no proximo podcast eu sugro q coloque em topicos especificos as casas e cidades mais importates na ambientação eu acho q vai ajudar a entender melhor.

    bom do podcast é isso parabens anad, parabens david. entrei em contato com o tio nitro estou terminando uma dngeon q fiz para 3.5 estou adaptando para 4ed e envio para vcs o qnt antes no mais.

    Rolem 20

  9. Tsu disse:

    curti bastante o podcast e aguardo ansiosamente a continuidade.
    ainda mais q meus players se empolgaram com o lançamento de Eberron 4e. Devo ambientar minha próxima campanha lá.

  10. Ian R disse:

    Recolocar o player para escutar na propria pagina.
    Aqui ele desapareceu.
    Baixando.

    • Daniel Anand disse:

      Não vou mais colocar o player de ouvir na página, pq ele carrega demais o servidor, quando todo mundo começa a ouvir o episódio junto. Downloads o servidor trata melhor. Vou deixar o player nos episódios mais antigos, para quem quiser experimentar antes de usar.

      Ainda assim, podcast mesmo se baixa via feed! 🙂

  11. Darin disse:

    hóstia soberana

  12. lucas_veloso disse:

    olá, estou baixando todos os podcasts para formar uma coleção, mas estou baixando no iTunes e não achei os podcasts do 1 ate o 8, alguem sabe como baixar esses?

    • @delibriand disse:

      Eu também não consegui baixar pelo iTunes os primeiros episódios. Existe algum problema no feed.
      Você pode simplesmente baixar os episódios direto do site.

      • Daniel Anand disse:

        O meu feed tem um limite de tamanho, para não ficar gigantesco, então ele começou a deixar os episódios mais antigos para trás. Posso tentar um formato de feed alternativo, completo. Mando novidades quando as tiver.

        Por enquanto, baixe na mão usando o link Podcast do topo da página.

        • PedroLeone disse:

          Baixar na mão é uma opção, mas dessa forma ele não aparece no iPod, e acaba dificultando para ouvir. Ainda não ouvi os episódios 1-3 por causa disso. =/

  13. monipadial disse:

    Gostei muito do cenário ce Eberron, já tinha jogado uma campanha em 3.5, mas infelizmente o mestre não usou a pano de fundo, só as raças e poderes que poderiam estar muito bem em FR. Mas gostei muito do mundo e a resenha do David e do Anand me tiraram muitas duvidas principalmente com relação as dragonmarks (uma das coisas q mais gostei no cenário) , deu até vontade de comprar o cenário e de jogar tb.
    Fiquei imaginando o q o povo dos Escamas Purpuras fariam com todas essas opções. Coitado do Anand.

  14. Bento disse:

    Só queria saber qunado o Davi vai voltar a postar as aventuras criadas por ele.

  15. Geovane Aranda disse:

    Pow maneiro! vocês mandaram bem novamente! contudo eu prefiro os podcast quando o assunto trata de regras,criação de personagens,raças, incluindo poderes e rituais! esse lance de explicar sobre mundos eu não curto,não que tenha ficado bom,ficou otimo! gostaria que vocês dessem continuação aquele podcast sobre novas classes,ficou jóia! e também tirando as duvidas da galera,não que seja a obrigação de vocês,mas quebrem esse galho aí vai!

  16. guilherme "Göltork" disse:

    Sovereign Host = Anfitriões Soberanos.

  17. Rom_Machado disse:

    É sempre bom conhecer novos cenários quando se tem um cenário prórprio em construção. Valew. acahva que Eberron era completamente diferente. Imaginava algo do tipo "Magia versus Tecnologia" e não algo do tipo "Magia criando tecnologia".

  18. Lucas_Veloso disse:

    o delibriand, não sei como baixar direto no site, alguem pode me explicar?

  19. Ótimo podcast!

    Eberron tem muita coisa mais do que foi dito, mas realmente seria necessário uma segunda parte pra tratar desses assuntos.

    Apenas algumas observações aos podcasters: pronuncia-se "eberon" (como se houvesse apenas um "R") e XEN'drik (não ZEN'drik).

    • Vinicius Zóio disse:

      Bem, se for pra nitpickar, vamos fazê-lo direito, shall we?

      O "eberon" é mais próximo da pronúncia em inglês sim, mas não seria EXATAMENTE "eberon" – esse "r" não tem o mesmo som que teria pronunciando essa palavra no português – mas é mais próximo do som do que do "rr".

      Guilherme, "X" no começo de palavras no inglês tem som de "Z" – a pronúncia correta é portanto "ZEN'drik" – se eles pronunciaram ZEN'drik estão certos.

      Me lembro apenas de ter notado a pronúncia de "Khorvaire" – acredito que eles usaram "Korvaire" enquanto a em inglês seria "KorvEire". Acho que só estranhei também por conta de ouvir alguns podcasts gringos e a pronúncia ter destoado de como eles pronunciam o nome do continente por lá.

      No mais, na moral, eu não vou exigir que ninguém no Brasil pronuncie palavras anglicanas de forma correta – inclusive se fosse algumas palavras já foram "aportuguesadas" ou têm pronúncia diferente no inglês correto – como "mouse" (ou vc vai sar por aí falando "mauce" ao invés de "mauze"?), até mesmo porque eu estou longe de ser uma bíblia de pronúncia anglo-saxã!

      Desde que ninguém fale "THE SIMIS", pra mim tá ótimo. Deixa os kras pronunciaram a coisa da maneira que quiserem – inclusive aportuguesar a pronúnica de nomes fantásticos não é errado :).

      • Daniel Anand disse:

        Pois é, me baseei nos termos em Inglês. Eberron, no original, usa um r meio termo entre o rr e o r mineiro, bem típico da língua Inglesa. Por isso falo do jeito que eu falo! 🙂 Mas tem gente que fala Éberon ou Eberrón também.

        O Davi fala Khorvaire diferente de mim. Eu falo Corvérr, com erres puxados.

        No caso de Xen'drik, nunca vi ninguém falar com som de Ch. E mesmo em portugues, X pode ter som de Z (como em exímio), embora nunca no começo das palavras. Usei a pronúncia gringa também.

        • Bom, a minha intensão é sempre ajudar.

          Quanto à "Xen'drik" é verdade que o Anand está correto.

          A pronuncia aprox. nos podcastd da WotC é algo parecido com "Eb'ron".

          Khrovaire, eu também falo aprox. como o Anand. (Corvér)

          Mas como disse o vinícius Zoio, podemos aportuguezar os nomes também, afinal deve ser esse o fato de que NY por aqui é "Nova" York…

          [ironia on]Ou esperemos a Devir traduzir os nomes. XD[/ironia off]

          • Daniel Anand disse:

            No tretas, estamos só explicando o porque de falar assim! 🙂 Mas não dá pra falar Eberron como o original sem parecer mega gringo! E qq outra coisa já é aportuguesamento.

            Abs!

  20. renatorecife disse:

    Se eu estiver errado me corrijam, mas acho que vocês se enganaram quanto aos Shifters e a Silver Flame, pelo que me lembro a Igreja caçou e exterminou os Licantropos verdadeiros e não os Shifters.

  21. renatorecife disse:

    Se eu estiver errado me corrijam, mas acho que vocês se enganaram quanto aos Shifters e a Silver Flame, pelo que me lembro a Igreja caçou e exterminou os Licantropos verdadeiros e não os Shifters.

    Mas de qualquer forma o episódio foi sensacional, parabéns!

    • A silver flame caçou não só os licantropos normais (motivo pelo qual eles são meio raros em eberron) como também foi atrás dos shifters pois acreditavam que eles passavam a maldição da licantropia àqueles que fossem mordidos ou "unhados" por eles.

  22. Arn disse:

    @ Anand: em quanto tempo +/- você lê um livro de D&D? (média de 280~300+ págs.)

    • Daniel Anand disse:

      Depende do livro. Se for um livro de regras, o tempo é infinito: Nunca vou ler de ponta a ponta um Martial Power, por exemplo. Já um livro como o Forgotten Realms Campaign Guide, ou os antigos livros de cenário da 3e, eu demoro de 10 a 15 horas para ler de capa a capa, em Inglês. Chutando aqui.

  23. Arn disse:

    300+ págs em 10 horas? O.O

    E pq não ler um livro de regras inteiro?
    Por exemplo, um ‘Players Handbook’ é quase ‘obrigatório’.

    Agora, confesso q até hoje num li todas as descrições de todas as magias do Players Handbook 3.5 xD

    • Daniel Anand disse:

      300 pág em 10 horas significam 1 página a cada dois minutos. Isso é totalmente razoável para um livro de RPG, que tem leitura quebrada (regras, caixas de texto), mas também ilustrações. Um livro tradicional (um romance, por exemplo) eu leio mais rápido, acho. Mas acho essa velocidade normal.

      Não acho que ler o PHB é obrigatório. Lógico, o capítulo de regras eu recomendo a leitura completa, mas ninguém precisa ler todos os poderes de classe pra jogar. Recomendo a leitura completa do DMG, no entanto, mesmo as partes de armadilhas e templates, dá idéias ótimas para o mestre.

  24. porra sempre pensei que era um molequinho na capa
    soh depois que ouvi o daniel anand falando da peituda da capa eu fui ver e vi os airbags!
    aaaaaaafffffffffff

  25. Ah, lembrei de algo que ouvi no podcast sobre os halflings de Talenta Plains.

    Pra mim eles se parecem muito mais com os mongóis. Vivem nas planicies, são um povo semi-nômade, adestram e cavalgam dinossauros…

    O mesmo eu digo dos elfos de Valenar. Mas sobre esses eu concordo com o jeito meio "muçumano" de ser.

  26. NILSON disse:

    Para quem gosta de mestrar e esta sem inspiração para novas campanhas, ou se quiser uma referencia ao mundo de Eberron, o MMORPG oficial de D&D, o DDO está com seu modulo básico FREE para todos.

    http://www.ddo.com/playnow/

    Resta saber se esta bem ambientado, pq quanto mais referencias de D&D e de mundos como Eberron, melhor.

  27. Meu adorei esse pod… vc´s tem que continuar, tem que fazer uma continuação … é muito legal esse mundo…

  28. Kendji disse:

    Eu não conhecia nada nada de Eberron, e achei o podcast mto bom!
    Deu para ter uma boa ideia sobre o mundo e do que esperar/fazer em uma possivel futura campanha…
    []s

  29. Pingback: Resenha: Eberron Player’s Guide « Encontro Aleatório

  30. Pingback: Tio Nitro Top 5 Posts de RPG (03/08/09 a 19/09/09) [NitroDungeon - Top 5] « Nitro Dungeon – RPG Blog

  31. Pingback: Tio Nitro Top 5 Episódios de Podcasts de RPG (24/10/09 a 08/10/08) « Nitro Dungeon – RPG Blog

  32. Gabriel "Birento" disse:

    Há também o "The Great History of Eberon", um calhamaço de 500 páginas de pura informação sobre Eberron disponível na internet pra quem quiser baixar.

Os comentários estão encerrados.