Episodio 31 - Assassino e RevenantOlá Jogadores e DMs!

Estamos de volta para o Episódio 31 do Podcast Rolando 20! E nessa quinzena trocamos uma idéia a respeito da classe e raça exclusivas do D&D Insider: o alusivo Revenant, e o mortal Assassino. Também tiramos as dúvidas de D&D, e contamos as novidades no universo do RPG mais jogado do mundo.

Essa semana escutei esse fantástico podcast que vocês não podem deixar de ouvir, o Podcast do RPG Planet, confiram. E pra quem não votou ainda, corre lá para votar na gente no prêmio podcast 2009.

Mais uma vez, se vocês quiserem (e puderem) continuar ajudando a manter o podcast, faça sua próxima compra (de qualquer produto) no Submarino pelo botão ao lado! E, se for comprar Dungeons & Dragons na Amazon, é só clicar antes aqui! Se for comprar no Brasil, recomendamos a D3Store.

Cuidado com as criaturas das trevas nesse mês de Halloween e rolem 20!

Tags: , , , ,

Esse post foi escrito em 16th de outubro, 2009 às 10:31 am na categoria Podcast. Você pode acompanhar os comentários desse post no feed RSS 2.0. Both comments and pings are currently closed.

25 comentários até agora

Puppet
 1 

Estou baixando ainda… mas aproveitando o podcast.

Jogadores e DMs assinem o dndinsider !! Não é caro e tem TODO volto a dizer TODO o material em termos de regras e sistema.

Mais ou menos o seguinte você assina o dnd e não precisa de nenhum livro da série Power e mesmo os Adventure's Vault podem rodar também.

Com isso você pode se focar em livros de cenário e fluff como o Draconomicron.

Não ganho nada com isso mas, é um recado que queria passar. Já ja baixo, ouço e comento.

16 de outubro, 2009 às 1:57 pm
 2 

Eu pretendo assinar, eu já vi que é muito bom mesmo.
Já baixo esse pod para ouvir depois, creio que vai estar bem interessante como os outros. :)

16 de outubro, 2009 às 2:50 pm
Puppet
 3 

Revenant + Assassin me lembrei do Skeleton Warriors

Foi um desenho que passou por aqui onde o irmão do protagonista era uma espécie de morto vivo que conseguia andar pelas sombras. Eu gostava bastante do desenho mas, infelizmente sua exibição foi curta.

http://www.youtube.com/watch?v=CMU1_ctXthM

16 de outubro, 2009 às 6:07 pm
 4 

Skeleton Warriors! ERA ISSO!

Cara, eu cheguei a adaptar isso pra GURPS em 98! Era Shadow o nome do carinha que entrava nas sombras, não?

16 de outubro, 2009 às 7:03 pm
 5 

Skeleton Warriors! ERA ISSO!

Cara, eu cheguei a adaptar isso pra GURPS em 98! Era Shadow o nome do carinha que entrava nas sombras, não?

Ops! Faltou falar sobre o episódio…

Fiquei seco pra assinar o D&D Insider… mas entre meus Feats não consta "Cartão Internacional"…

16 de outubro, 2009 às 7:05 pm
 6 

Skeleton Warriors! ERA ISSO!

Cara, eu cheguei a adaptar isso pra GURPS em 98! Era Shadow o nome do carinha que entrava nas sombras, não?

Ops! Faltou falar sobre o episódio…

RPG Planet é muito bom! Um excelente Podcast de RPG em português! o primeiro episódio foi sobre guerras e o segundo, sobre tavernas! Vale a pena MESMO!

Fiquei seco pra assinar o D&D Insider… mas entre meus Feats não consta "Cartão Internacional"…

16 de outubro, 2009 às 7:26 pm
 7 

Assassino… uma classe geralmente solitaria. Mas um grupo bem formado em furtividade pode trazer grandes aventuras e um bom divertimento ao grupo. Os poderes das sombras ao alcance da justiça (ou da tirania). De longe a classe que mais gosto de interpretar. Nem escutei ainda o podcast, mas tenho certeza que acertaram nos comentarios. Longa vida ao Rolando 20.

16 de outubro, 2009 às 7:38 pm
Puppet
 8 

Em inglês o nome dele é Grimskull. (Não sei se Castelo do Heman se chama Grayskull em Inglês mas, acho que é uma referência)
Uma pena ter passado tão pouco. Eu gostava do desenho era um Heman com mais esqueletos.

Mas também acho que um desenho cheio de mortos-vivos onde um de seus protagonistas fica oscilando entre o bem e o mal não é exatamente o que as mães desejam ver os seus filhos assistindo.

Aproveitando o post. Revenant é uma das melhores raças para pessoas que gostam de histórias elaboradas. Isso por que você não nasce Revenant algo acontece e você vira um revenant. Eu acho o fluff do retorno do Shadowfell meio mais ou menos. Você pode ter sido vítima de uma maldição, sua alma após anos presa pode ter conseguido escapar de um feitiço e se apoderou de um corpo próximo etc… etc…

E o mais importante você teve uma vida passada. Não tente roubar todo o enredo para você mas, vez ou outra o DM pode colocar algo que te remeta ao seu passado. Você foi um grande aventureiro ? Então seus equipamentos podem repousar em algum , ou vários lugares. Você deve ter inimigos etc… etc…

16 de outubro, 2009 às 9:31 pm
 9 

Essa idéia do personagem ter sido um grande aventureiro com itens mágicos espalhados é bem legal, dá uma campanha inteira.

16 de outubro, 2009 às 9:56 pm
 10 

Skeleton Warrios era muito bom!!! Eu tentei adaptar uma raça/classe parecida também. Adorava esse desenho. O Undead que entrava nas sombras era muito estiloso! Revenant ftw!

17 de outubro, 2009 às 5:09 pm
Tanngrisnr
 11 

Minha primeira vez postando aqui. Muito bom o podcast.

Não sei se todos tiveram essa impressão, mas o Assassino da 4ª edição me parece uma adaptação de classes de prestígio da 3.5, o Shadowdancer e o próprio Assassin.

E tem um pequeno erro no podcast. Vocês mencionam que a fonte de poder Sombra vai ser publicada no PHB3, mas, na verdade, esse livro vai trazer classes Psiônicas, Primais e Divinas (conforme a capa do livro). Nada de Sombra no PHB3.

17 de outubro, 2009 às 5:15 pm
 12 

Eu estava com um pouco de preconceito com o assassino, especialmente porque eu esperava uma classe mais marcial, talvez com uso de venenos e tal. Mas ao que parece, todos aqueles feats de poisoneer da Dragon Magazine já ajudam a fazer o rogue ocupar essa papel. Alias, um anão rogue do meu grupo fez esse build e ficou bem legal.

Em todo caso vocês ajudaram a quebrar um pouco do preconceito, especialmente se compararmos ao Shadowdancer. Ainda assim, acho o nome meio fora de lugar…

Quanto ao revenant, foi engraçado que personagem que me veio a mente logo que vocês começaram a falar foi justamente O Corvo. E logo em seguida comentaram :D

Bom, é um conceito pouco usual para jogos de fantasia mas acho que pode rolar numa boa. Só acho uma pena mudar o atributo bônus. Seria interessante um revenant arcado ou até divino.

18 de outubro, 2009 às 2:07 am
 13 

Eu já diria que o fato dele vir do shadowfell ja deixa ele bem mais "fantástico" do que se fosse só mais um "ninja assassino" (se bem que Hanzo de Samurai Showdown é bem fantástico…), termina por dar um gostinho mais interessante pra classe, que diga-se de passagem, ficou com uma mecânica super interessante pros combates.

Tem sido ótimo ver as variações de mecânicas que eles estão fazendo com os powers, como os do Psion. Sobre os Revenants, acho que eles seriam personagens perfeitos pra campanhas em Ravenloft ou coisas mais sombrias estilo horror pessoal/mundo das trevas.

18 de outubro, 2009 às 2:44 am
Guilherme Göltork
 14 

Não me gabo disso, mas eu não assino, não pago e tenho todo esse material
Mas isso por um motivo: não tenho grupo. Se tivesse, provavelmente assinaria.

18 de outubro, 2009 às 12:49 pm
guilherme göltork
 15 

Adorei o podcast! Como sempre vocês ajudam a quebrar o meu preconceito com algumas raças como os dragonborns e agora os Revenants. Também me ajudaram a entender melhor o assassino.

Em uma parte do podcast vocês se perguntam sobre uma possivel tradução para a raça. Se depender da Devir então podemos esperar "O Encosto". XD

Sobre warforgeds revenants, eu sou contra.
Quando penso em warforgeds creio que eles são objetos animados e sem alma, embora eu considere que eles possuem um cérebro humanoide. Ao serem ativados, warforgeds estão programados somente preparados para a guerra e pouco mais que isso. Ao longo da "vida", o warforgd vai aprendendo coisas novas e assimilnado-as. É como se esse cérebro pertencesse a uma criança por exemplo.
Ainda seguindo a questão da alma, quando um warforged morre na verdade ele poderia ser considerado desativado. O corpo poderia ser totalmente destruido e seria necessário um corpo novo embora a cabeça (ou o cérebro) ainda fossem necessários para uma "ressurreição" feita por um artifice e não por um clérigo/ritualista.
Mas isso vai de cada um. Esse é o somente meu humilde meu jeito de pensar sobre isso.

18 de outubro, 2009 às 1:01 pm
 16 

É ruim de convencer a galera a fazer ficha no papel hoje viu ;D

Até os grupos novos da 4E que estão surgindo por aqui já estão se preparando pra assinar o D&DI depois de verem como é muito mais fácil trabalhar com ele hoje.

18 de outubro, 2009 às 3:51 pm
Guilherme Göltork
 17 

Essa idéia é muito boa mesmo. Combinada com aquela idéia de que a Raven Queen teria enviado o personagem de volta ao mundo depois de muitos anos pode ficar ainda mais legal.

18 de outubro, 2009 às 4:16 pm
 18 

Melhor episódio até agora. Bateu o episódio 21 sobre Dragonborns. Assunto, conteúdo e edição nota dez.

18 de outubro, 2009 às 7:27 pm
 19 

Pra você ver a ironia das coisas: eu e o Davi fizemos esse podcast praticamente improvisando: eu li os artigos meio correndo, o Davi tinha feito um PC revenant assassino, e bora lá!

Eu gostei do resultado também, valeu! :D

19 de outubro, 2009 às 12:35 am
 20 

Eu ri do Encosto macumbeiro! :D

19 de outubro, 2009 às 12:35 am
 21 

Ele até que dá um avenger razoável, não dá não?

19 de outubro, 2009 às 12:36 am
 22 

Concordo com o Dior, o ep foi muito bom e não pareceu improvisado. A edição estava muito boa, e a intimidade que vocês tem é fundamental. Mesmo com os "discordo totalmente de você neste ponto", que não podem faltar entre dois irmãos… =)

20 de outubro, 2009 às 1:32 pm
Adriano
 23 

Galera! maneiro e li recentemente sobre o revenante e foi uma surpresa vocês falarem dele.

Gostaria de fazer um comentário sobe warforgeds revenasts q foi polêmico:

- primeiro Warfiorgeds são seres vivos se você pensar que para mover o maquinário daquela casca metálica os artífices usam elementais. Por isso eles são conscientes e morrem.

- Depois vocês comentaram que eles seriam pedaços de madeira e metal podres… Segundo a descrição do character builder, os revenates não são como os outros mortos vivos decrépitos, eles nem mesmo ocupam seu corpo. A alma de um revenant é posta num corpo criado pela Reven Queen q na descrição são corpos esguios, altos de pele acizentada e de olhos q apresentam pontos de luz brilhante e de rosto com semblante profundos. Dessa forma o uso de mascaras não poderia ser encarado como uma tentativa de se esconder sua identidade, mas sim, esconder a aparência perturbadora (segundo o próprio character builder) q sua aparecia sombria apresenta.

20 de outubro, 2009 às 7:28 pm
Kendji
 24 

Ola,
Mais uma vez, muito bom o podcast!
Deu até vontade de montar um revenant e/ou assassino!

Continuem assim
Vlw

9 de novembro, 2009 às 4:12 pm
Juca
 25 

Ola, eu estava procurando dicas sobre Revenant, pois eu fiz um personagem Revenant e peguei o talento Death Blessing. Mas eu não sei direito como o mestre interpretara esse talento, por exemplo tem uma Pladina de Raven Queen no grupo e ele encerrou a ultima sessão falando que talvez ela seja obrigada a me matar. Outra coisa também, é que eu interpretei esse talento como se eu não tivesse necessidade nenhuma de comer, beber, dormir, nem respirar, mas se eu quisesse eu poderia comer uma maçã e depois coloca-la para fora ou vomitando ou "defecando"(entre aspas ja que não seria digerida completamente), E meu coração também bate, muito fraco mas ainda sim bate…ja meu mestre não sei se tem a mesma visão, então gostaria de saber como vocês interpretam esse talento Death Blessing.

5 de fevereiro, 2012 às 4:54 pm

Um Trackback/Ping

  1. Tweets that mention Podcast Rolando 20 – Episódio 31 – Assassino e Revenant | Rolando 20 - DnD 4ª edição -- Topsy.com    16 out 2009 / 10am:

    [...] This post was mentioned on Twitter by rolando20, Tuwister » Myke. Tuwister » Myke said: RT @rolando20: #rpg Podcast Rolando 20 – Episódio 31 – Assassino e Revenant http://bit.ly/4ntgvN [...]