Podcast Rolando 20 – Episódio 36 – Papéis em Combate

Olá Jogadores e DMs!

Na quinzena de hoje, a dupla dinâmica do D&D, Daniel Anand & Davi Salles batem um papo sobre os quatros papéis em combate da quarta edição do Dungeons & Dragons: os defensores, líderes, agressores e controladores. As diferenças, os enfoques, a falta que cada um faz no grupo, as diferenças das classes dentro dos papéis e os tradicionais pitacos dos dois.

Seja por estar começando agora na 4a edição, seja por ainda estar acostumado com um sistema mais cinza de papéis em combate, alguma coisa você irá aproveitar desse bate-papo!

Lembrando, tirem suas dúvidas no Formspring.Me, e não deixem de nos seguir no Twitter! Sempre tem novidades, dicas e links por lá!

Aproveitem as compras de final de ano e dê uma ajudazinha para seu podcaster favorito! E, se for comprar Dungeons & Dragons na Amazon, é só clicar antes aqui!

Eu curti muito esse episódio, e espero que vocês curtam ouvir também! Deixem seus comentários aí em baixo.

E rolem muitos 20!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro D&D 5E on-line via Fantasy Grounds. @dsaraujo
Esta entrada foi publicada em Podcast e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

26 respostas a Podcast Rolando 20 – Episódio 36 – Papéis em Combate

  1. Pingback: Tweets that mention Podcast Rolando 20 – Episódio 36 – Papéis em Combate | Rolando 20 - DnD 4ª edição -- Topsy.com

  2. @freitaslex disse:

    Excelente episódio! Parabéns a dupla dinâmica! Só falta saber quem é o Batman e quem é o Robin! rsrsrs! Nota dez!

  3. Marcio Fiorito disse:

    Muito bom, galera! Estou passando o link para os meus players (que são todos "escolavéia", como diria o Tio Nitro) entenderem melhor seus papéis no grupo. Acho que isso foi muito importante pra mostrar o novo formato da quarta edição não só para os novatos como para os "escolavéia" que ainda não tenham se acostumado com os novos paradigmas.

  4. Puppet disse:

    Uia !! Lembraram de mim xD !! Gostei muito do episódio, primeira vez que deu para escutar direito a voz do Davi ! finalmente.

    Muito bom, vocês falaram o que precisava ser dito, e tiraram alguns mitos. Muita gente, por exemplo, acha que o papel do defensor é ficar vivo, concordo que ficar vivo faz parte do pacote mas, a verdadeira preocupação do defensor tem que ser proteger seus aliados. E outra que vocês disseram também, posicionamento, não é atoa que defensores tem muitos poderes de empurrar/puxar/teleportar, eles precisam deles. Quanto ao posicionamento o defensor talvez seja o papel que mais possuí efeito tático.

    Outra coisa que vocês falaram muito bem, esse negócio de agressor é para causar dano. Olha se fosse só isso os agressores não precisavam de ter tanta mobilidade, agressor causa dano em quem se deve causar dano, isso foi muito bem colocado por vocês.

    Quanto aos líderes, ao fazer um líder conheça seu grupo. Eu atualmente jogo de Warlord, uma das classes mais dependentes do grupo por sinal, funciono bem no grupo por que temos um bárbaro. Inclusive na última mesa foi sensacional ver o bárbaro matar um oponente no meu turno e dar charge no inimigo do lado, sendo que ele ainda tinha o turno dele por completo ainda.

    Por fim os Controladores, olha eu ainda tenho a impressão que quando fizeram o PH1 nem mesmo a WotC sabia o que queria com esse role. Um dos motivos disso e ver que o mago edição sim, edição também é assunto na Dragon, além disso, os outros controladores são bem diferentes dos magos, com muito mais efeitos nos seus poderes At-Will e de Encontro. Acho que foi isso que tornou o role tão complexo mas, é isso aí o controller ta alí para tornar a vida dos inimigos bem mais difícil.

    Ótimo episódio, mostraram em cada papel o que está além do texto do livro. E podem ter certeza que ainda que não poste sempre, sempre estarei aqui lendo e quando necessário dando pitacos 😀

  5. Firo disse:

    Como sempre Nota 1000!!!
    Só senti falta da música de fundo rolando junto com a materia.

    • Daniel Anand disse:

      Pois é, acabei resolvendo não colocar a trilha no episódio inteiro, senão só conseguiria lançar no sábado. Eu economizei de uma hora e meia a duas de edição com isso, então esperem mais episódios seguindo a mesma linha.

      • Marcelo Dior disse:

        Putz! Bem que achei que este episódio parecia ter som mais cristalino. Sério, fora de brincadeira, não notei que não tinha música de fundo, e agora sei porque achei o áudio mais nítido desta vez.
        My recent post Habanero e eu

        • Daniel Anand disse:

          Na verdade, não foi só isso. Tanto eu quanto o Davi usamos microfones novos. Eu acho que só vou manter músicas na abertura e encerramento, salvo exceções daqui em diante. Me economiza uma boa hora de pós-produção.

  6. Leandro disse:

    Gostei muito mesmo do episódio. Não ficou chato em nenhumqa parte ^^

    Agora espero muito vocês fazerem um só sobre os PAPÉIS DOS MONSTROS!
    Focado no mestre… ia ficar "show de bola" 🙂

  7. Sevandija disse:

    Mandaram muito bem ae mais uma vez, neste review sobre os roles. Tão de parabéns galera! 😀

  8. Davi Salles disse:

    É que a 4e, assim como a 3e já tinha feito um pouco, deixo de dar importância em um personagem especialista em perícias. Apesar de bardo realmente ser uma classe boa de perícia isso não faz dele uma classe essencial por isso, definitivamente ajuda, mas não é nada essencial.

    No AD&D não existia alternativa para as habilidades do ladrão, e na 3e era apenas o ladino que conseguia achar armadilhas bem escondidas, essas classes eram, portanto, essenciais no jogo por razão de suas perícias. Na 4e o ladino e o bardo são tão essenciais quanto o warlock e o clérigo, ou o bárbaro e o artífice.

    • André Brock disse:

      Sim, realmente. O bardo não se torna uma classe essencial por ter tantas pericias, mas
      um lider com grandes valores em diversas pericias pode se mostrar uma opção bem
      interessante para diversas situações. Principalmente se ele assumir o papel de líder
      tbm em situações não combativas.Valeu Davi =]

  9. Marcio Fiorito disse:

    Galera, vcs planejam fazer mais algum podcast sobre Forgotten Realms? Seria ótimo!

  10. André Brock disse:

    Muito interessante mesmo esse episódio, ficou massavei, doidimais!
    Quanto a questão levantada no inicio do episódio, sobre a especialização em pericias,
    na minha opinião esse papel, na quarta edição, passou do ladino para o bardo, pois
    este tem bonus em todas pericias não treinadas, talentos que conferem bonus em diversas
    pericias e pode pegar talentos de multiclasse em diversas classes e este tipo de talento quase
    sempre confere treinamento em uma pericia. Assim um humano bardo nivel 2 pode ser treinado
    em até 9 pericias, mais da metade das pericias.

  11. zaknafein disse:

    Muito bom esse episódio, eu venho mestrando a 4° edição em uma campanha do 1° ao 4° nivel atualmente, e o que eu vejo e que o Mago e essêncial para o grupo, as vezes os jogadores realmente não entendem a utilidade do Controler e acham meio chato quando o mestre simplesmente fala "bom vc tem que matar minions" só isso e muito chato.

    Eu percebi que os efeitos de area permanentes podem ser muito utéis quando e necessário manter inimigos melee a certa distancia, na falta de um char ranged o mago pode facilmente substitui lo (não causa tanto dano mas ainda vai ser eficiente) e muitas vezes eu vi inimigos lentos ou imobilizados "travados" no campo de batalha enauqnto alguem no grupo ficava em uma posição mais favoravel, ou o lider dava aquela cura salvadora para outro char ameaçado pelo inimigo que estava "travado", como vcs disseram eu acho que o Controlador deve ter a maior noção tática em relação ao terreno, enquanto os Líderes devem ter noção tática do potencial de combate individual de cada integrante do grupo, o Controler deve ter essa mesma percepção em relação ao terreno do campo de batalha…

  12. Drugue disse:

    Depois de um bom tempo sem ter nenhum cast sobre RPG, finalmente encontrei o Rolando20, claro que fui obrigado a fazer aquela maratona pra acompanhar desde o começo. O cast é realmente sesacional, muito material, muita informação e muito hype. Sim, hype. Como já falei várias vezes por aqui, ainda não comprei a 4E porem já estava nos meus planos e foi só começar a escutar o cast pra ter realmente a vontade de acelerar essa compra e correr jogar. Como muitas pessoas disseram em comentários de outros casts ouvir o podcast de vocês me deixou novamente com vontade de jogar RPG novamente e espero que a 4E mantenha isso.
    Agora falando sobre esse ep, acho a mecanica de papéis em combate uma das melhores coisas da 4E,agora realmente o grupo precisa lutar como um grupo para conseguir o que quer. Antigamente era muito cada um por si. Pretendo fazer um playteste com todos os papéis pra sentir na pelo como é e poder passar para os jogadores esse papel em combate.
    O cast ficou muito bom como sempre e que venha o cast de Dark Sun assim que sair a 4E dele!

  13. Marco (Spider) disse:

    Fala ai pessoal eu o Marco (Spider) do IRPGCast Bem escutei todos os pods do rolando 20 e todos ficaram bons…!!!

    Mas venho comentar que vocês deveriam fazer um podcast comentando por que tantas pessoas estao repudiando o DnD 4ª.

    Se vocês forem um dia de fazer tal podcast com essa pauta eu gostaria de participar dele pra dar minhas opinioes sobre tal repudio pelo DnD 4 por muitas pessoas.

    se quiserem entrar em contato add meu MSN marcoafornazari@hotmail.com

    • Davi Salles disse:

      Estatísticamente falando a 4e tá muito bem na fita, cheia de reimpressoes mesmo aqui no Brasil, onde o RPG nao é lá essas coisas e a propaganda anti 4e é massiva (numa relaçao mídia que fala mal da 4e/ mídia que fala de RPG), tirando os blogs é claro.

  14. Marco (Spider) disse:

    Poxa entao…..apesar do pessoal do IRPGCast zuar o DnD 4 eu sou fanatico por DnD seja ela qual a edição…. repito que se quiserem entrar em contato comigo pode me add no MSN….a não ser que vocês sejam uma panelinha de amigos que nao gosta de discutir coisas sobre DnD com outros membros de outros Podcasts…

    Axo voces um pessoal legal e que fazem um belo trabalho sobre DnD 4

    Nao se ofendam sobre a "Panelinha" que eu disse pois ja encontrei isso em outras pessoas de outros Podcasts.

    Abraços Daniel e Davi

Os comentários estão encerrados.