Podcast Rolando 20 – Episódio 47 – A Terra-Média

Olá Jogadores e DMs!

De volta agora pra valer, Daniel Anand & Davi Salles, agora para falar de um mundo que pode ser considerado o primeiro cenário de RPG: de J.R.R. Tolkien, a Terra-Média! O mundo de histórias fantásticas como O Senhor dos Anéis e O Hobbit comentado pelos irmãos D&D, e como roubar idéias e dicas para sua mesa de Dungeons & Dragons e outros RPGs.

Links

E se você gosta de D&D 4E, não deixe de seguir o Rolando 20 no Twitter! Sempre tem novidades, dicas e links por lá! E não se esqueça de colaborar com seu podcaster favorito! Se for comprar Dungeons & Dragons na Amazon, é só clicar antes aqui! Vocês também podem deixar seus comentários aí em baixo que a gente responde.

E rolem 20!

 

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro D&D 5E on-line via Fantasy Grounds. @dsaraujo
Esta entrada foi publicada em Podcast e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

35 respostas a Podcast Rolando 20 – Episódio 47 – A Terra-Média

  1. DM Rafael disse:

    Curioso, chegou hoje mesmo meu box blu-rau do LotR estendido! Bom, ver o retorno da "Sociedade do Poliedro", ouvirei dentro em breve quando for encarar o rush pra buscar a esposa no trabalho. Praticamente um demanda por si só 🙂

    Mais comentários amanhã!

  2. Caramba, o Rolando 20 voltando, isso sim é uma boa notícia para um Nerd.

    Ainda não ouvi o podcast, mas acredito que jogando LotRO vocês tiraram montes de ideias hein?

    Parabéns pela volta.

  3. dracobahamut disse:

    Sejam bem vindos de volta. Parabens e sucesso para voces.

  4. @NtDream disse:

    É incrível como vocês fazem falta. Sejam bem-vindos de volta!!! #2

  5. AEEEEE!!!!!
    Vocês acabaram de fazer um nerd muito feliz!!!!

    Episódio muito bom!! Espero que vocês consigam voltar a gravar regularmente!! Tava com saudade do podcast.

  6. ArturBG disse:

    É um alivio ver vocês voltando a ativa, meu parabens e sejam nuitos bem-vindos de volta #3

    Sobre o podcast, achei muito legal vocês falarem da terra média. Eu uma vez joguei uma campanha lá usando as regras do D&D 3.5, mas com esse podcast pensei em criar uma campanha neste cenário para eu mestrar com as regras da 4.0. Espero que o próximo podcast venha logo e que vocês falem sobre a campanha de NeverWinter.

    Valeu e um abraço.:D

  7. DM Rafael disse:

    Eu gosto muito de usar cenários com um cânon para inspirar as aventuras, estilo SdA, Dragonlance ou Star Wars. Mas de todos, a Terra-média é aquele que tem as bases, as mitologias mais bem desenvolvidas. E isso vindo de um cara que tem um podcast do rpg de Star Wars 😉

    Na época do lançamento dos filmes, cheguei a jogar um ótima campanha de D&D SdA e digo que é um esforço constante para tentar manter o clima Tolkieniano. Esforço este que não deve ser apenas do mestre, todos os jogadores tem que se policiar e até escolher bem suas habilidades para contribuir para o clima.

    Atualmente tenho mestrado um jogo de Terra-média na Terceira Era usando as regras do rpg Pendragon, e está redondinho com a ambientação! Uma sugestão que deixo pra galera é pegar outras épocas ou lugares além daquelas apresentados nos filmes. Esse meu jogo mesmo começou no ano da morte do avô do Aragorn, inspirado no fanfilm "Born of Hope".

    E pra fechar, duas indicações pra galera:
    – No dia 31 de agosto lançará o novo RPG do SdA, o The One Ring. Está em pré-venda na Amazon, clica no banner do Rolando 20 e dá uma moral pros caras.
    – Pra uma pegada mais D&D mesmo, teve um cara que deu sugestões de como encaixar o D&D4 na Terra-média. Confiram as ideias do greywulf em Cardolan: A Middle Earth campaign setting for 4e D&D

  8. DM Rafael disse:

    Eita, acabei esquecendo de comentar sobre o episódio em si. Obviamente curti bastante e vocês deram boas sugestões!

    Sobre os magos da Terra-média acho que dá pra simular bem com a classe Bardo, vocês não acham? Ele tem uma boa combinação de poderes de ataque com armas e encantos de inspiração, e se não me engano, era até esse o nome dos magos naquele rpg de SdA que saiu pela Ediouro.

    • Daniel Anand disse:

      O Bardo parece encaixar bem. Outra classe que deve encaixar legal é o Bladesinger, do Guia de Campanha de Neverwinter.

      • DM Rafael disse:

        Legal, ainda não vi o Bladesinger. Eu fiquei interessado no guia de Neverwinter, mas tenho tido tão pouca oportunidade de jogar D&D que preferi deixar pra depois.

  9. Eduardo Bandeira disse:

    Caramba !!! Bem vindos de volta.

  10. Alex Schierholt disse:

    Davi, os montros, goblins orcs etc, foram "criados" por Melkor e não por Sauron. Na primeira Era Sauron era apenas um general qualquer (ta, nem tão qualquer) do exercito de Melkor.
    Na verdade Melkor não tinha o poder de criar vida, apenas de alterar coisas ja criadas pela música dos Deus + Iluvatar. Isso pode ser percebido em Ainulindale, quando fala que Melkor insistia em fazer sons dissonantes para "avacalhar" com a música que estava sendo criada. Tem uma hora na música que todos os Valar ficam em silencio e apenas Iluvatar tira um som :), é nessa parte da musica que ele cria os homens e elfos.
    A primeira era começa quando a música chega ao fim e a historia dessa musica é entao materializada na Terra Média. Quando chega a parte da musica em que os elfos surgem, Melkor é o primeiro Valar a entrar em contato com eles, aprisona alguns e os faz passar por tantas tormentas que os elfos acabam se tornando Orcs, materializando a parte da musica onde Melkor avacalhava geral com a bandinha.
    Abraço na família

    • Davi Salles disse:

      É, eu não lembrava se tinha sido o Sauron ou o Morgoth mesmo, acho que em algum momento disse que não sabia, mas devo ter feito alguma referência de Sauron ter criado os orcs depois. Não manjo nada das era longínquas.

      Parece que você manja bastante da mitologia, que eu acho bem massa!

    • Daniel Anand disse:

      Obrigado pelas dicas, e fico feliz em ver que um amigo das antigas anda lendo nosso humilde blog! 🙂

  11. Caraca… Que bela surpresa, os podcasts de volta!
    Foi mais uma abordagem de um mundo para nossas aventuras.
    Se for para decidir no d20 quando gravar um novo episódio, que rolem 20 toda semana!

  12. Thiago Lombaldo disse:

    Puxa! Fico muito feliz por vc’s terem voltado a gravar o podcast, eu encontrei o site há uns 3 meses a trás e já ouvi todos os podcast, e pude tirar 100% de aproveitamento. Eu agradeço muito as dicas que vc’s deram nos vários podcast, principalmente os podcast das classes e dos cenários como o de Forgotten Realms, foram de muita ajuda para as minhas campanhas de D&D. (Atualmente estou mestrando para uma galera aqui em Foz do Iguaçu – PR).

    Agora se tratando da Terra Media e O Senhor dos Anéis, já tive a oportunidade de jogar o RPG O Senhor dos Anéis, tenho os livros aqui até hoje, e já tenho uma pequena coleçãozinha das obras de Tolkien. È uma pena que o sistema do livro é bem ruim, tivemos que fazer farias adaptações para podermos jogar, mas mesmo assim a galera se perdia muito nas regras, mas jogamos uma campanha bem longa, ate migrar-mos para o D&D 4ªed.

    E realmente a terra media é um cenário maravilhoso e muito produtivo para inúmeras campanhas de D&D. Até hoje uso muitos elementos e descrição do cenário da terra media para minhas campanhas, como a floresta de Fangorn, a caverna de Moria, a floresta das trevas, Lorien em fim. Gostei muito do podcast e espero que vc’s voltem a grava mais podcast. Um Abraço!

  13. Matheus Hernandes disse:

    Legal que vocês votaram!
    Eu nem jogo 4ªE, mas curto ouvir os podcasts para me inspirar e pegar uns ganchos legais para aventuras.

    Abraço

  14. Salve salve!!!
    Sejam muito bem vindos neste retorno!

    Excelente programa, mas como eu ja havia lido Silmarilion e tudo mais, foi mais divertido que instrutivo.
    Que tal um programa sobre o The Flanaess?

    Gostaria muito de narrar neste cenário, e estou totalmente perdido sobre ele. Eu tenho um mapa enquadrado, muito massa que ganhei de um amigo e gostaria de usar.

    Minha ideia não é usar 100% do material, mas saber ao menos o basico como ponto de pertida e incrementar com minha imaginação o restante.

    Vlw ai!

  15. Lpolon disse:

    Humanos não tem alma imortal. Se morrer morreu. Elfos vão para o tal salão no extremo oeste de valinor esperar o fim do mundo.

    Os Elfos surgiram na terra média e depois foram a valinor

    Sauron NÃO forjou os aneis dos elfos

    essas coisas tão no silmarilion mesmo

    • Davi Salles disse:

      Puts mano, caneladas terríveis!

      No entanto ainda acredito que os seres humanos possuem alma, não quero dizer no termo D&D, mas no termo religioso mesmo, pode ser que elas vão para o céu ou simplesmente desaparecem no ar.

      Muito obrigado por apontar esses epic fails!

      Abraço

      • Lpolon disse:

        Opa! Obrigado pela atenção. Bom ter o cast de volta (com alguma frequência).

        Eu diria que a terra média é high magic com uma frequencia MUITO baixa.

        A mágica da terceira era: A influencia. Seja Sauron corrompendo ou Gandalf incentivando os exercitos.. o "far sight", a clarividencia dos palatirs, anel de invisibilidade, um ÚNICO chain lighting no hobbit (do gandalf)… não consigo pensar em mais nada..
        ah.. espiritos lutando e um hobbit crescendo uns 8 centímetros depois de adulto =p

        Na primeira era… Criaram o sol.

        Feanor > chuck norris

        • Daniel Anand disse:

          E itens mágicos. Muitos. Acho que quase todo mundo da fellowship tinha pelo menos um. E todos os elfos. E os Nazgul. E os Undeads. Não é tão baixo assim, certo? 😉

  16. @sammedi disse:

    aeee finalmente podcast novo huhuhu adorei este cast, quando eu comecei a jogar d&d4ed eu imaginei adaptar pra o senhor dos aneis, pq tbm achei q ficaria dahora, pensei em adaptar um campanha na epoca da 1° era o Mas dai começamos a jogar as aventuras basicas da 4° ed, comprei o darksun, q to narrando atualmente… Acabei deixando a ideia de lado, agora este cast me empolgou a tbm reassistir meu box extendido dos filmes e narrar uma aventura na terra media pra galera.

  17. Rafael disse:

    Que satisfação ver que vocês voltaram!!!! eu me inspirei demais na época da 2ª ed. (AD&D) nessa trilogia fantástica. Os nazgul materializaram na hora na minha campanha, apavorou (realmente) os jogadores, que como no filme, depois da primeira porrada que levaram, passaram a se esconder quando topavam com o bicho. outra coisa legal que levou várias sessões foi sobre o Palantir…o universo de LOTR é vasto e rico demais! Ei não abandonem a terra média!!! Podcast maravilhoso. como eu faço para baixar e jogar LOTR on line? (onde baixar?)

  18. Daniel o KBlin disse:

    Bem vindos de volta. Espero que dê certo pra vocês.

  19. Jeferson disse:

    Pessoal do Rolando 20, ao ouvir sobre a Terra-Média, me lembrei de como eu me inspirei pra criar o meu próprio cenário: Brave. Aqui Brave postei alguns previews do cenário. Gostaria de uma opinião de vcs.

    Fantástico PodCast, encontrei ao acaso e já está entre meus favoritos. 😀

  20. pedro disse:

    kkkkkkkkkkkk HUMMMMM BOYOLA kkkk melhor piada ever no podcast

  21. Tanus disse:

    Muita coisa imprecisa foi falada nesse podcast. Espero que jogadores não o tomem como verdade dita por um especialista no assunto, o que nem de longe é verdade.

    • Daniel Anand disse:

      Cara, ninguém é especialista em Terra-Média aqui, nem nos apresentamos como tal. Sou engenheiro, meu irmão economista, mas ambos gostamos da obra do Tolkien, e compartilhamos com os ouvintes que optaram por vir aqui ouvir. Se não curtiu, ou tem alguma correção, por favor, divida com a gente!

Os comentários estão encerrados.