Podcast Rolando 20 – Episódio 80 – Hoard of the Dragon Queen

episodio-80Hoard of the Dragon Queen foi a primeira aventura oficial da Wizards of the Coast a usar as regras da 5a edição do D&D, e hoje Daniel Anand e Gustavo Sembiano vão comentar sobre os prós e contras, o que aproveitar e o que passar batido.

Atenção: esse episódio contém spoilers da aventura, e se você for jogar, recomendo jogar antes de ouvir para não estragar suas surpresas e diversão.

E se você gosta de Dungeons & Dragons e RPG em geral, não deixe de seguir o Rolando 20 no Google+, no Facebook e no Twitter! Sempre tem novidades, dicas e links por lá! Vocês podem nos ajudar comprando Dungeons and Dragons na Amazon, PDFs na Dungeon Master Guild .

E se você quiser ajudar de verdade, seja nosso patrono! Ou, se preferir uma alternativa nacional, seja nosso Padrim.

Também temos nosso canal no YouTube, onde rola conteúdo adicional e complementar, se inscreva! Voltamos em duas semanas com mais um episódio! Assine nosso feed, também estamos no iTunes e na Play Store.

E rolem 20!

Compartilhe!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro D&D 5E on-line via Fantasy Grounds. @dsaraujo
Esta entrada foi publicada em Podcast e marcada com a tag , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

18 respostas a Podcast Rolando 20 – Episódio 80 – Hoard of the Dragon Queen

  1. Achei que esse episódio ficou muito bom.
    É muito legal você escutar pequenos trechos de aventuras do qual você também passou, mas que acabou tomando alguma decisão diferente.
    Essa aventura foi em qual eu criei um dos meus personagens preferidos até hoje, Dorn – O Bárbaro, um Fighter – Champion atual proprietário da caneca de ouro que gera cerveja 3x ao dia (não lembro o nome).

  2. Já ia me esquecendo:
    – “Ilefarne”, tchin tchin uauahuaha
    (palavra para ativar)

  3. nome da caneca é Thankard of Plenty

  4. Salve galera, beleza?

    Eu curti a idéia dessa aventura e comprei felizão, mas acho que a execução dela foi bem porca na verdade. Tinham vários erros nos mapas, as ilustrações estão bem abaixo do nível da 5e e alguns capítulos dela são bem chatos, como exemplo o da viagem.

    Se tivesse que dar uma nota seria 6/10. É acima da média mas nada muito marcante.

    • Davi Salles disse:

      hehe, você vai gostar da segunda parte então, quando eu entro detonando a aventura, :-), que comigo o negócio é crítico!

  5. F.C. Pereira disse:

    Salve galera,

    Eu não sou de comentar, apesar de ouvir mais de uma vez cada capítulo, mas esse foi realmente irresistível de não comentar então vai aí alguns singelos pitacos.

    Eu gostei da aventura mas não é a minha preferida da edição. Concordo que a é uma aventura que depende bastante da experiência do mestre. Contudo, isso não é um defeito. Fosse assim, Out of the Abyss seria o pior módulo de todos, pois exige um mestre bem experiente e cascudo, além de extenso trabalho preparação para rolar a contento. E Out of the Abyss é um módulo muito bom.

    Enfim, quanto a ela ser desequilibrada em certos pontos, não sei mas eu senti isso em praticamente todas as aventuras prontas que mestrei da edição. A 5ª edição tem muito de AD&D 2ª Edição e os combates sempre foram meio caixinha de bombom: você abre e não sabe o que vai encontrar lá dentro. A única edição que trazia resultados confiáveis foi a 4ª edição.

    Bom, vou encerrando por aqui o comentário que já está grande.

    Abraço a todos,

    F.C. Pereira

    PS: O Ooze é muito hater mesmo!

    • sembiano disse:

      Fala meu velho, legal te ver aqui!

      Eu entendo o que você quer dizer em relação a Out of The Abyss e a D&D 5e. de uma forma geral, mas na minha opinião isto é muito mais acentuado aqui e o encontro com o Dragão Azul retrata bem isso. Tem uma situação de design mesmo, que inclusive os próprios autores comentaram sobre na GenCon.

      Também não acho que seja algo que comprometa a diversão, mas realmente foi a minha percepção mestrando ela.

  6. EdTheMad disse:

    Gostei muito do review!

    A grande maioria esmagadora dos review de aventura são muito superficiais, não dão expoilers e os mestres não jogaram a aventura. Dessa forma são quase inuteis!

    Continuem fazendo de maneira bem completa e não se preocupem com o tempo. Portanto que não percam o foco e fiquem falando de outra coisa. Com bom conteúdo, o tempo não importa.

  7. Grande cast Daniel Annand!!!
    ToD ainda é minha temporada favorita! Meu grupo pegou Phandelver e seguiu em Hoard sem prejuízos. Espero que se um dia essa campanha for publicada aqui eles fundam os dois livros em um livrão só.
    O primeiro capítulo de HotDQ é pra mim a melhor introdução de D&D, em um capítulo só dá pra apresentar diversos aspectos diferentes de D&D, e discordo dele precisar de um mestre experiente. O segundo é o que menos gosto dessa aventura, pois ele pode ser muito “8 e 80”, mestrei essa aventura 6x, e ou os jogadores fazem tudo certinho e passam na maciota, ou eles se ferram e ainda pedem pra serem TPKzados. Concordo que o cap 6 é o mais zuado (meu pesadelo até hoje), mas por favor! Não ignore o cap7 é o melhor NPC da aventura!!! (ainda vou fazer uma aventura estrelando ela)
    Achei massa as adições propostas do Annand para enriquecer a aventura.
    Quanto a dificuldade, isso é o “old school” que o povo pediu! Eu sinceramente preferiria encontros mais cadenciados (sou fã de D&D4), mas dá para o mestre contornar sem matar os jogadores toda sessão.
    Recomendo também as modulares da D&D AL. Individualmente as modulares de ToD não parecem grande coisa, mas quando você joga todas de uma vez as referências são de pirar o cabeção!!!

    • sembiano disse:

      Eu ainda prefiro Phandelver como introdução, e estamos conversando para fazer um reviews dela também.

      Agora, fiquei curioso em saber como lidou com o escalonamento de nível quando migrou os PJs do fim de Phandelver para o começo da Hoard?

  8. Ótimo podcast, Anand e Sembiano!

    Agora a pergunta que gostaria de fazer é: Anand, vc mestraria a HotDQ uma terceira vez?

  9. william taker disse:

    Quando vão sair os podcasts do mago e do clérigo?

    Muito massa esse eps !!!

  10. Noise disse:

    Salve galera! Muito bom ver o podcast rolando 20 de volta! Esse podcast me ajudou muito quando jogava 4E toda semana com meu antigo grupo.

    Anand, você comentou sobre ser fácil encontrar as aventuras do Tyranny of dragon usadas baratinhas. Onde que você encontra esse tipo de coisa?
    Abraços!

  11. Jácomo Gustavo Pilati disse:

    Estou pensando em mestrar esta aventura. Quantas sessões de jogo (de quantas horas) vocês precisaram para acabá-la?

  12. Rildo disse:

    Kd a continuação do podcast???

Os comentários estão encerrados.