Podcast Rolando 20 – Episódio 85 – Regras Opcionais

Estamos de volta para mais um podcast. Essa semana Daniel AnandDavi Salles falam essa semana sobre Regras Opcionais. Sejam regras opcionais do Livro do Jogador como Multiclasse e Feats, as diversas regras opcionais do Livro do Mestre ou mesmo as regras propostas online na série Unearthed Arcana, demos os nossos pitacos sobre o que funciona ou não.

Gravamos esse episódio ao vivo com comentários dos ouvintes no nosso canal do YouTube. Se quiser saber quando estamos ao vivo, assine o nosso canal! Podemos gravar ou Quartas ou Sextas à noite do horário de Brasília.

E se você gosta de Dungeons & Dragons e RPG em geral, não deixe de seguir o Rolando 20 no Google+, no Facebook e no Twitter! Sempre tem novidades, dicas e links por lá! Vocês podem nos ajudar comprando Dungeons and Dragons na Amazon, PDFs na Dungeon Master Guild ou ajudar diretamente e ser nosso patrono!

Também temos nosso canal no YouTube, onde rola conteúdo adicional e complementar, se inscreva! Voltamos em duas semanas com mais um episódio! Assine nosso feed, também estamos no iTunes e na Play Store.

Não esqueça de deixar o seu comentário! Qual sua regra opcional favorita?

E rolem 20!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro 13th Age. @dsaraujo no twitter
Esta entrada foi publicada em Podcast e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

8 respostas a Podcast Rolando 20 – Episódio 85 – Regras Opcionais

  1. Excelente podcast!!!

    Sempre detestei multiclasse, multiclasse é coisa de combeiro!!! 😛

    As feats volaram a ser overpower, mas o custo de 2 pontos de atributo meio que equilibra. Ainda prefiro o modelo das feats “tostadinho a mais” como era em D&D4. Por falar em regra opicional, muita gente dá feat+atributo como regra-da-casa. Guerreiros e Ladinos agradecem.

    Dado de Proficiência complica na parte de ter mais uma rolada, mas ao mesmo tempo adiciona rolagem de dado, que pra jogador é sempre bom! Jogador vai gostar quando o dado for alto e odiar se só tirar número baixo!

    Vitalidade adiciona um terceiro PV (PV, PV temporário, Vitalidade) mas que só dificulta em saber se o personagem tá vivo ou morto (e facilita o roubo) e desequilibra muito em nível alto, ainda mais em D&D5 que o dano escala muito em níveis altos. Cada mesa tem seu passo, cada grupo tem um jeito de andar e descansar. Meu gosto pessoal prefiro o mais heroico, onde um descanso curto permite recuperar boa parte dos poderes.

    Em termos de ferimentos, só assuma essa regra se o grupo gostar de dificuldade, porque uma lesão permanente (que dura até o próximo Restauração Menor) pode capar a diversão em uma situação extremamente aleatória. A regra do DMG é bem rasa, o Star Wars da FFG e Reinos de Ferro tem regras interessantes pra ferimentos que podem ser facilmente adaptadas a outros sistemas. Lembrando que um jogador que receber um ferimento permanente que dê uma penalidade expressiva, o jogador dele vai querer matar o personagem pra ver se pode fazer um outro zerado (já aconteceu em mesas minhas da D&D AL, em Curse of Strahd).

    Plot Point exige muito da sintonia mestre-jogador ou eles irão usar isso só pra cagar a campanha. Eu chamaria de “Pontos de Roteirismo”.

    Em vez de Hero Points, eu prefiro aumentar as funções da Inspiração e permitir o acúmulo. Quanto a Inspiração, você sabe que está usando demais quando os jogadores falam algo como “Tirei um 20! Cadê minha Inspiração?” realmente não existe dica pra bom-senso.

    Regras optativas sempre são um bom assunto, queria muito ver/ouvir umas regras-da-casa de vocês também!

    Rolem 20!

    • Daniel Cenoz disse:

      Excelente contribuição, Daniel! É esse tipo de comentário que me faz voltar ao PHB pra estudar as regras de novo!!!
      Normalmente não dou bola pra regras e foco na história, mas esse componente é fundamental pra mtos jogadores e eles tem que ser contemplados com um bom uso da mecánica.

  2. Leandro disse:

    Em quase 2 anos jogando 5e, não usamos Inspiração nenhuma vez…

  3. Luiz Carlos Junior disse:

    Eu gosto dos Dados de Proficiência e da Tabela de Injúrias. São ddois recursos que faço plano de utilizar futuramente.
    Mas reconheço que as regras opcionais, como descritas no livro, precisam de uma calibrada aqui e ali.

    Por exemplo, os Dados de Proficiência… Não vejo como vai funcionar quando o jogador receber uma vantagem/desvantagem. assim o jogador vai rolar dois D20, escolher o melhor/pior resultado e rolar mais um dado… No meu caso, tirarei vantagem/desvantagem. Vou deixar tudo por conta da sorte dos 2 dados (propabilidades, propabilidades)!

    Já Tabela de Injúrias, criei uma condição a mais para rolagens. Alguns monstros, solos, brutos, gigantes, dragões… Quando tiram crítico nos ataques, os jogadores rolam a tabelinha!!! É um sabor maior para aumentar a dificuldade dos monstros. Não é para usar sempre. Mas aquela criatura única, o Boss da fase é para ser temido por um bom motivo!

    • Luiz Carlos Junior disse:

      Escrevi rápido, deixei passar vários errinhos. Vou corrigir o mais grosseiro deles….
      *(probabilidades, probabilidades)!

  4. Episódio massa! Só senti falta de regras opcionais sobre magias. Alguém já teve experiências com Spell Points (DMG, p. 289)?

  5. Thiago Dante disse:

    Ótimo episódio. Participei na noite da gravação e foi bem legal.

    Sobre as regras, depois de experimentar bem, irei incorporar as de ‘dependência de kit de primeiros socorros para poder gastar dados de vida em descansos curtos’ e a de ‘cura natural lenta para crítico’.Também adotarei a de ‘Iniciativa em grupo’, na tentativa de introduzir um senso estratégico na mesa, que às vezes nos falta e torna o combate meio boring.

    As ideias para o uso de inspiração foram ótimas e com certeza irei considerá-las pra usar melhor.
    E ainda estou pensando se uso a de ‘Dano Maciço’ e o System Shock.

    Se forem continuar fazendo a gravação ao vivo seria legal se puderem avisar nas redes ou no youtube mesmo, com um tempinho de antecedência pra gente aparecer no youtube na hora marcada.

    Valeu pelas dicas.

  6. Marcelo Ortolani disse:

    Queria muito que vocês discutissem regras opcionais que realmente fazem bastante diferença no jogo, como os “plot points” e xp por outros motivos além do combate, como por interpretação e etc.

Os comentários estão encerrados.