Podcast Rolando 20 – Episódio 97 – Downtime

O quê acontece entre os momentos altos da campanha? Entre uma temporada e outra de aventuras, os aventureiros às vezes precisam voltar pra casa, treinar, praticar e aprender com os erros. Hoje Daniel Anand & Gustavo Sembiano vão falar sobre Downtime, com os vário sistemas disponíveis para Dungeons & Dragons e outros RPGs.

Esse episódio foi gravado ao vivo no nosso canal do YouTubeparticipe! Gravamos as 8:30pm, todas as sextas feiras. Avisamos também no nosso twitter, o @rolando20.

E se você gosta de Dungeons & Dragons e RPG em geral, não deixe de compartilhar o Rolando 20 no Facebook ! Vocês podem nos ajudar comprando Dungeons and Dragons na Amazon, PDFs na Dungeon Master Guild ou ajudar diretamente e ser nosso patrono!

Voltamos em duas semanas com mais um episódio! Assine nosso feed, também estamos no iTunes e na Play Store.

Não esqueça de deixar o seu comentário e o que acontece no seu jogo entre aventuras!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro 13th Age. @dsaraujo no twitter

Esta entrada foi publicada em Podcast e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a Podcast Rolando 20 – Episódio 97 – Downtime

  1. Downtime como recurso foi uma das grandes coisas que fizeram em D&D5 (se inventaram isso em outro sistema eu realmente não sei), mas infelizmente as opções são poucas, menos ainda se for tomar a DDAL como base. Dizem as más linguas que no Xanathar’s Guide to Everything vão ter mais opções de Tempo Livre (ou seria tempo oscioso?) e como gasta-lo.

    O ideal é que o tempo livre seja um recurso, e de preferência escasso, para que possa ter benefícios em jogo além de curar ferimentos e doenças. Afinal, se houvesse a opção ‘ganhar ponto de atributo’ ou ‘treinar uma perícia’, todo jogador de nível 1 usaria a ação “aumentar meu atributo até o 20” antes da partida começar. Felizmente existe a trava do custo de vida (Lifestyle) para barrar um pouco isso (mas que quebra em níveis mais altos).

Os comentários estão encerrados.