#RPGaDay 2017 – Dia 21

Com qual RPG se faz mais com menos palavras? Essa é a pergunta do #RPGaDay de hoje, e uma desafiadora. RPG é um jogo de conversa, e geralmente o jogo realmente acontece com as trocas de palavras entre os jogadores e o mestre.

Uma das maneiras de olhar pra essa pergunta é que jogo de RPG funciona sem um monte de conversa? Pensando dessa forma, acho que o Ars Magica é um bom exemplo de jogo assim: um monte de jogo pode acontecer e anos podem se passar com apenas anotações de XP na ficha do personagem.

Outra maneira é pensar em qual RPG funciona com um set de regras curto e suscinto. Nesse caso, eu vou escolher Dread: o livro de regras é super pequeno, contém uma aventura e personagens prontos.

E vocês?

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro 13th Age. @dsaraujo no twitter

Esta entrada foi publicada em Post e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Uma resposta a #RPGaDay 2017 – Dia 21

  1. Tarcisio Lucas disse:

    Tem um jogo que conheci recentemente chamado “POCKET DUNGEON”. è um RPG/Dungeoncrawler desenvolvido para ser jogado solo no ambiente de trabalho. Ele é todo feito na forma “stealth”, ou seja, ele é feito de forma que outras pessoas não percebam que você esta jogando! É muito bom, e muito engraçado!
    Tem no Board Game Geek de grátis pra baixar:
    https://boardgamegeek.com/boardgame/42361/pocket-dungeon

Os comentários estão encerrados.