Iniciativa 4E #18 – Tavernas

Depois de uma longa ausência, estamos de volta com mais uma Iniciativa 4e! Onde você encontrar o selo da Iniciativa 4e, esteja certo que está encontrando material escrito e revisado para a 4ª edição do D&D, com posts conjuntos, temáticos, a cada quinzena. Nosso dia de publicação mudou de sexta-feira para segunda, estão fique esperto para vários outros posts sobre o tema na blogosfera! O tema dessa semana são as famigeradas e fundamentais Tavernas. Não deixe de acompanhar também no final desse post os links para os outros membros da Iniciativa e deixe sua sugestão, correção ou colaboração!

Para o tema de hoje, meio improvisado, dou cinco sugestões simples de tavernas diferentes que você pode colocar na próxima parada de viagem da sua campanha de D&D.

1. A Estalagem do mago Tellin

GarçoneteDepois de se aposentar, o Mago Tellin, ao contrário de todos os seus colegas arcanos, ao invés de ir pesquisar tomos antigos e magias poderosas, abriu uma estalagem. Contratou umas garotas para servir e atrair clientela, e agora usa, secretamente, seus consumidores para testar suas poções, algumas vezes com efeitos um tanto quanto inesperados. Sempre que alguém beber algo em sua estalagem, role na (ou escolha da) tabela abaixo:

  • 1: Nada acontece, e o gosto da bebida é horrível!
  • 2-5: Nada acontece, e o gosto da bebida é excelente!
  • 6-7: Polimorfismo!  O usuário vira um animal, à escolha do DM, pelos próximos 10 minutos.
  • 8-9: Euforia! O usuário se sente super animado, e irá começar o próximo encontro com 10 pontos de vida temporários.
  • 10-11: Sua pele fica com uma cor diferente, como azul ou púrpura pelos próximos 10 minutos.
  • 12-13: Você fica super atraente para o sexo oposto, chamando a atenção imediatamente na estalagem.
  • 14-15: Você fica imediatamente bêbado, dando vantagem em combate e com -2 para acertar por 10 minutos. Depois desse período, você não sobre efeito nenhum, mas não se lembra de nada do período.
  • 16-17: Você ganha uma ressaca instantânea, que dura até o próximo descanso longo.
  • 18-19: Você fica insubstancial pelos próximos 10 minutos.
  • 20: Você acorda nu, numa banheira com gelo, com uma cicatriz nas costas. Ou… você acorda numa cama redonda, com um(a) meio-orc do lado, com cara de apaixonado(a). Ou… você acorda num caldeirão, e halflings canibais dançam ao seu redor. Ou… o DM inventa algo ainda pior!

gatopreto2. O canto do gato preto

Essa taverna já é centenária, passando de mãe pra filha da família Lindorfen. As Lindorfen são consideradas as melhores cozinheiras por todo o reino, e muitos viajam muitas léguas para experimentar seus cozidos, sopas e guisados. Elas adoram gatos, que andam livremente pelo lugar (daí o nome).

Mas, na verdade, a atual dona do local, Eileen Lindorfen, é uma bruxa (use a ficha de bruxa apropriada para o nível de sua campanha do Manual dos Monstros). Ela cozinha orcs, goblins e kobolds (ou, em níveis mais altos, trolls, mind flayers, gigantes!) pra criar seus pratos, e pode pedir ajuda aos aventureiros para conseguir mais “suprimentos”.

Ou, alternativamente, um representante das raças abduzidas pode pedir ajuda para acabar com as ações malignas de Eileen. Ou, ainda, as duas coisas acontecem juntas!

3. Estalagem da Espada Brilhante

Essa estalagem é uma mistura de estalagem e templo de Pelor (ou a divindade de Luz da sua campanha). Os preços são razoáveis, e as acomodações simples e baratas. O bizarro desse lugar é que não existe nenhuma sombra lá dentro. Todos os locais são sempre iluminados, 24 horas por dia. Os visitantes que alugam quartos recebem uma venda para dormir.

Todas as criatura que entram aqui ganham resistência necrótica 10 e vulnerabilidade radiante 5. Você pode aproveitar para colocar mortos vivos particularmente fortes (que estarão ainda mais fracos) ou, se for um DM mau, pode colocar anjos de deuses malignos!

4. O Valete Valente

Essa taverna é conhecida por seus jogos de carta. Poker, anão bêbado, três tentos de dragão e vários outros carteados acontecem durante toda a noite nas mesas regadas a cerveja e cachaça. O grupo deve tomar bastante cuidado com halflings batedores de carteira (com testes de Percepção), e ainda mais cuidado com os jogadores inveterados que podem ser encontrados aqui. Um deles é De’kell Larson, um rogue tiefling (dê uma olhada nesse desafio de perícias).

Se for usar essa taverna, considere usar o Three-Dragon Ante em sua sessão.

5. O Garfo do Ogro

O Garfo do OgroEssa taverna fica distante da civilização, ou em algum lugar que goblinóides e monstros são mais comuns. O ogro Grogg IV herdou de seu pai o gosto pela gastronomia, e convida seus visitantes a experimentar uma de suas criações. Seja criativo nas descrições mais bizarras que conseguir imaginar, e deixe as comidas do Indiana Jones: o templo da perdição pra sobremesa!

Use as regras do desafio de perícias (culinária exótica) utilizado na Iniciativa 4e: Comida!

Outras dicas

Não deixem de visitar também o Gerador Aleatório de Tavernas (em Inglês) da Wizards of the Coast! Você também pode ter outras idéias no Book of Taverns, da Necromancer Games, ou no Innkeepers. Para personalizar ainda mais sua estalagem, leia esse artigo fantástico do Danielfo no Pensotopia: Bodegas & Bebuns (e outros!) ou use esses menus de taverna completáveis e salváveis do Tio Nitro, que já escreveu muito a respeito!

E, se você precisar de alguém pra tocar um rock em sua taverna favorita, use esse grupo de NPCs da Iniciativa 4e: Música!

Outros posts da Iniciativa

Boa semana, e rolem 20!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro 13th Age. @dsaraujo no twitter
Esta entrada foi publicada em Post e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

10 respostas a Iniciativa 4E #18 – Tavernas

  1. Japa Otomo disse:

    Muito boa, a matéria, tavernas são sempre utilizadas, por mais que o DM se esforce criando castelos, lojas, e masmorras, no fim das contas os jogadores só se falam…"Se lembra daquela vez na taverna…"

    Flw

  2. Márcio disse:

    Adorei a idéia de uma Hag patrocinando aventureiros em busca de "ingredientes"! Genial!

  3. Jaum XD disse:

    Gostei muito da Estalagem do mago Tellin, o desafio Simpatia pelo demônio massa tbm.!

  4. Divertido, para falar o mínimo! Gostei principalmente da Taverna do mago, ela pode gerar várias situações engraçadíssimas que renderão semanas de piadas e brincadeiras entre os jogadores!

  5. Adorei todas as tavernas! "O Garfo do Ogro" é uma taverna perfeita para Droaam ou Darguun em Eberron!

  6. Zaknafein1 disse:

    Caraca Anand, sou só eu ou a moça ai e a cara da Sune veio???? rsrsrsr a Deusa do Amor e da Beleza servindo breja…muito bom, hhehe ótimo artigo para Iniciativa.

  7. Pingback: Iniciativa 4e: A Taverna do Encontro Planar « Encontro Aleatório

  8. Pingback: Iniciativa 4e #18 – 14 Itens Mágicos de Tavernas! [NitroDungeon - D&D 4ed] « Nitro Dungeon – RPG Blog

  9. Pingback: Iniciativa 4e #18 – Taverna no Shadowfell | Red Ninja Press

  10. Jaum XD disse:

    "…você acorda numa cama redonda, com um(a) meio-orc do lado, com cara de apaixonado(a). "
    Melhor ainda com uma meio-orc do 3.0 ^^

Os comentários estão encerrados.