Suas experiências em Convenções e Encontros

XVI EIRPGOlá Galera!

Para a enquete de hoje, pensei em ir na onda do podcast de ontem sobre RPG via Internet, mas lembrei que já perguntei isso antes, e a maioria das pessoas joga do jeito tradicional mesmo. Mas ainda indo na onda do 1º Encontro Virtual de RPG, que está bombando pela Internet afora, eu queria conhecer as histórias e lendas lendárias de vocês em Convenções, Encontros e Game Days. Aliás, aproveitando a onda do Jovem Nerd, já jogaram com algum maluco?

Como foram as experiências? Teve algum jogo muito bom, ou algum muito ruim? Eu lembro de ter mestrado uma aventura de Star Wars D6, da West Ends, na USPCon 2, lá no pro final do século XX (!), e me divertido à beça com um jogador Wookie que só falava a língua Wookie, e um droid do tipo do R2-D2 que só fazia Blips. Parecia uma mesa de loucos, mas foi muito engraçado.

Também curti bastante a mesa que eu joguei no Encontro Internacional do ano passado, onde pude jogar com um preview do Swordmage. A aventura foi simples, rápida e divertida. Mas minha mesa mais inesquecível em EIRPG foi um ano que mestrei Mini GURPS Descobrimento do Brasil numa das sextas das escolas, quando os alunos da rede pública vinham para o evento. Eram todos iniciantes, de uns 12-14 anos, e eles se empolgaram bastante jogando com potugueses, indígenas, espiões espanhóis e muitos bichos selvagens.

E vocês? Que histórias de Encontros e Convenções vocês tem pra contar?

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro 13th Age. @dsaraujo no twitter

Esta entrada foi publicada em Enquete e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

14 respostas a Suas experiências em Convenções e Encontros

  1. Shin disse:

    Bem,

    Tenho pouca experiência com eventos, aqui (nesse mundo pequeno) onde moro, é muito raro qualquer tipo de eventos. E se não fosse esse grupo de amigos (e também organizadores) de eventos provavelmente não teriamos muita coisa.

    Mas irei falar a respeito de uma coisa interessante que tem me lembrado bastante: Sinto falta de iniciantes, crianças em geral. Mesmo assim estamos batalhando para que as coisas melhorem, pelo menos aqui onde moro!

    Abraços!

  2. Leandro disse:

    Sou do Rio de Janeiro fui em um "evento" no bairro Campo Grande, perto da minha casa…

    … não lembro a época mas eu sei que estava no lançamento dos episódios do Cavaleiro do Zodiaco Saga de Hades da "Fase Santuário", só digo isso para se localizarem temporalmente.

    Tinha uma mesa, da qual não joguei, com um pessoal muito animado jogando Formula 1 para storyteller! E eles estavam muito animados mesmo, tinha um personagem com o defeito "pé pesado", tinham que ver quando o carro de um dos jogadores bateu! foi uma gritaria…

  3. Franciolli disse:

    Eu já organizei alguns eventos aqui em Natal / Parnamirim – RN e estou sempre tentando organizar mais e mais eventos, o grande problema é o tempo.

    Nossos últimos eventos, tem levado ao público não só o RPG, mas os jogos de tabuleiro modernos [quase desconhecidos por aqui] e os jogos de raciocínio. A receptividade tem sido boa e aos poucos conseguimos fazer com que mais pessoas venham, e melhor ainda se vierem com a família.

    Dos eventos que fizemos recentemente:
    1ª Amostra Lúdica Potiguar – Quatro dias de mostra de jogos de tabuleiro no Praia Shopping, em Ponta Negra;
    2º Trampolim da Aventura – Evento realizado no piso superior da biblioteca do agora IFRN;
    Lançamento do Player's Handbook 2 e alguns Game Days pela RPGA.

    Basicamente, é o Grupo Trampolim da Aventura que vem desenvolvendo eventos de RPG aqui em Natal, com a ajuda de grandes colaboradores.

    De todos, acredito que o 2º Trampolim da Aventura foi até agora o mais especial, pois conseguimos reunir jogadores veteranos que há muito tempo não jogavam RPG e alguns deles voltaram a jogar.

    E quanto a malucos, acho que todos são!!!

    http://trampolimrpg.wordpress.com

  4. Eu posso dizer que minha melhor experiência em encontros foi em um Game Day do ano de 2005 (ou teria sido em 2006? Não me lembro direito.), em que escolhi jogar com o clérigo anão que era irmão do paladino anão que fazia parte do mesmo grupo. Lembro-me que se tratava de uma aventura da edição 3.5. Tratava-se de uma exploração comum de um calabouço que fazia parte de um antigo lar de anões que tinha ligação com nossa família. E que nosso encontro mais difícil naquela aventura foi a armadilha de fosso que era o lar de imps de gelo! Sério, nem as lutas com o espírito do anão no mausoléu e o combate final com os drows e o duergar foram tão perigosas quanto aquele maldito fosso!

  5. Teilos disse:

    Kra, até hoje participei apenas de um encontro, tenho muita vontade de participar de outros, até se alguem souber de algo em Blumenau – SC avisa ae 😛

  6. Rom_Machado disse:

    Só participei de 1 evento até hoje.
    Joguei d20 Modern e Changeling, era iniciante em ambos na época e não tinha o dominio da lingua inglesa como tenho atualmente. Foi engraçado, como eu e um amigo que levei não sabiamos as regras o roleplay foi predominante, principalmente no Changeling. Joguei de Nocker. O jogo foi tão bom que a primeira coisa que fiz após o evento foi baixar o livro e tentar ler (mas não consegui). Então, algum tempo depois descobri que foi lançado em portugues e comprei. Uma pena eu não ter tido muitas oportunidades para jogar Changeling novamente.

    PS: Tomem cuidado se alguem resolver exibir o filme "The Gamers" perto de sua mesa de jogo, pode acabar com ela.

  7. Youkai X disse:

    Meus primeiros contatos com RPG foram em eventos menores. Depois fui tentar jogar/narrar em outros eventos e RPG que surgiram, mas em geral tinham distrações demais relacionadas a animes. Agora, eu geralmente adorei ter jogado nos D&D Game Day que tiveram. Pena que nesse último não vi novatos sendo introduzidos ao RPg, mas ao menos serviu pra mostras a algumas pessoas como é a 4E.

  8. Tsu disse:

    Uspcon, poutz…essa faz tempo hein!
    Aliás, foi numa Uspcon que eu conheci Mago a Ascensão, foi a melhor mesa de RPG q eu já joguei em encontros. Eu ia nos encontros é pra jogar Battletech.

  9. Marcus Mortati disse:

    Me lembro das RPG Rio I, II e III na UERJ, foram fantásticas!

  10. Minha única experiência fora das mesas de meu grupo foi no último D&D Game Day mesmo, foi bem divertido jogar com o Anand narrando e conhecer as (até então) novas classes do PH2. Espero esse ano poder experimentar algo diferente no EIRPG.

  11. Vitor Levic disse:

    Cara esse mesa do ano passado que você jogou de Swordmage, acho que foi a mesma que eu joguei. No caso eu joguei com o Rogue Elf… Quem tava narrando era o Paulo Baccarat num era?

  12. renatorecife disse:

    Minha experiência com eventos foi apenas nos encontros do Bob's em Recife, que infelizmente acabaram 🙁

    Mas durante o tempo que diurou foi ótimo, conheci muitos outros jogadores e mestres, conheci novos sistemas e cenários, algums que marcaram foram:

    Dragonlance 5th Age, joguei com um Kender, o que por si só já é diversão garantida 😀

    Conheci o excelente Star Wars SAGA.

    Joguei uma aventura inesquecível de Call of Cthulhu, dos 4 personagens 1 morreu, 2 ficaram loucos e foram internados num manicômio e o meu virou um monge enclausurado 😀

    Uma aventura do excelente Scion Hero, na qual o meu scion de Heimdall virou "espetinho de herói" na espada de um gigante :S

    Pena que o encontro acabou!

  13. monipadial disse:

    Eu fui a todos os internacionais de RPG em São Paulo, mas não tenho nenhuma mesa marcante, o q eu gosto mesmo e rever o pessoal com joguei ou tinha contato qdo jogava na Forbbiden Planet além de me encontrar com meu Grupo de Estudo de Litetratura Fantastica Um evento marcante foi o que consegui organizar na minha escola com ajuda da Ludus Culturalis e do Alexandre Yamao, apesar de ter sido pequeno até hj os alunos me perguntam qdo vou organizar outro

Os comentários estão encerrados.