Criação de mundo – qual é o seu processo?

Olá Jogadores e DMs!

Alestia

Meu primeiro mapa digital de Alestia

Continuando a responder as trinta perguntas, a pergunta de hoje é “Criação de mundo – qual é o seu processo?” 

Eu sou um DM mais de usar cenários prontos que meus próprios cenários hoje em dia, mas como muitos mestres do meu tempo (a famigerada geração xerox), eu também criei meu mundo próprio, uma mistura de muitas influências (Forgotten Realms, He-Man, Phantasy Star e obviamente Caverna do Dragão) chamado Alestia.

Foi nesse mundo de Alestia onde mestrei minha primeira campanha longa de AD&D, onde Amhark (ranger) e Hyndi (elfa arqueira), auxiliados por Mentor (guerreiro) e Labelas Kerry (mago) lutavam contra as forças malignas do arqui-mago Galahark. Sobraram algumas coisas em formato digital desse mundo, quando tentei expandir para um cenário chamado Sylanus.

Nessa época, achava que um cenário tinha que começar com o mito de criação, deuses, timeline, planos, essas coisas. Hoje, pra mim um cenário tem que começar como começou o Cenário de Campanha do Neverwinter, um dos últimos lançamentos da 4E: uma lista clara de pontos que diferenciam e identificam o cenário.

Afinal de contas, o que seu mundo e seu cenário tem de especial? Se ele é só mais um mundo de campanha clássico (como era Sylanus), não é necessário descrever tanto o mundo; podemos expandir a medida que o cenário é demandado pela aventura. Caso contrário, aí sim, foque no que for diferente.

Mande bala com seus cenários e rolem 20!

Sobre Daniel Anand

Daniel Anand, engenheiro, pai de gêmeas e velho da Internet. Seu primeiro de RPG foi o GURPS Módulo Básico, 3a edição, 1994. De lá para cá, jogou e mestrou um pouco de tudo, incluindo AD&D, Star Wars d6, Call of Chuthulu, Vampire, GURPS, Werewolf, DC Comics (MEGS), D&D 3-4-5e, d20 Modern, Star Wars d20, Marvel Superheroes, Dragonlance SAGA, Startrek, Alternity, Dread, Ars Magica e atualmente mestro D&D 5E on-line via Fantasy Grounds. @dsaraujo
Esta entrada foi publicada em Post e marcada com a tag , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

5 respostas a Criação de mundo – qual é o seu processo?

  1. Pingback: 30 dias do desafio dos mestres | Rolando 20

  2. Youkai X disse:

    Eu normalmente crio para RPG de mesa cenários próprios. Começo usando as idéias dos jogadores pra criar as bases daquele mundo, ao menos a região inicial e depois acrescento vários detalhes a ele. Mas também tenho feito algumas experiencias de cenários criados do zero que quero narrar, como um cenário de fantasia renascentista com mechas mágicos usados nas tropas e exploração do continente explorador estilo Europa contra outros continentes. Esse até postei umas partes e alguns reinos em um forum que participo.

  3. yuri disse:

    vai rolar mais uns podcasts' anand? queria ver os comentarios de vcs em cast!

  4. Davi Salles disse:

    Eu costumava criar mundos também, mas percebi que meu forte como DM é criar o micro, criar alguns NPCs, a lenda local, um monstro. Então agora cenários, sempre deixo para os DMs profissionais, eu fico com o que acho mais legal de fazer.

Os comentários estão encerrados.